PROGRAMAÇÃO DE FÉRIAS

Três espetáculos gratuitos



atalaia

O grupo Flor do Atalaia, de Cuiabá, vai mostrar o seu siriri na sexta-feira

Prossegue na sexta, sábado e domingo a programação de férias no Sesc Arsenal. Entram em cenas, respectivamente, apresentações com o grupo Flor do Atalaia (MT), com o Tumba La Catumba (DF) e com o Coletivo Antônia (DF). Todos os espetáculos são gratuitos.

O grupo Flor do Atalaia vai de siriri, dança folclórica do Centro-Oeste do Brasil, bastante conhecido em Cuiabá. Faz parte das festas tradicionais e festejos religiosos. O grupo de Siriri Flor de Atalaia atua no bairro Parque Atalaia, Coxipó, em Cuiabá / MT, reunindo crianças, jovens e adultos, tendo como santo padroeiro São João Batista e as cores verde limão, laranja e rosa.

Criado há cerca de quatro anos, o Flor do Atalaia já participou de dezenas de eventos de danças em Cuiabá, em outros estados, como o Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul, e também na Argentina, no ano passado.

O Atalaia se apresenta no Jardim do Arsenal, na sexta (20), a partir das 20h.

tumba

No sábado tem o espetáculo do Tumba La Catumba, de Brasília

Sábado

Também no Jardim, no sábado (21), às 19h, o Tumba La Catumba (DF)apresenta o seu show que é voltado para público infantil e passeia por ritmos musicais, como o rock, blues, ciranda, coco, marchinhas, rap, funk entre outros. Traz músicas autorais e arranjos para músicas de domínio público, além de brincadeiras musicais e contação de história. A Banda é formada por personagens recriados de monstros clássicos: Lobsbom, Frankistina, Escamoso, Zé Zumbi, Elvira e Monstralilica. Com isso, desmistifica o medo, o terror e dá um caráter lúdico e envolvente, não só para os pequenos, mas para toda a família.

O grupo é formado por músicos e atores. Aposta na fusão de ritmos para despertar o gosto pelo estilo musical na garotada. Criado no final de 2009, é bastante conhecido na cena cultural de Brasília e já rodou pelo Brasil. Apresenta-se a partir das 19h.

Domingo

O espetáculo "Voa", com o Coletivo Antônia, de Brasília, será encenado no domingo (22), no Salão Social do Arsenal, em duas sessões. A primeira às 17h e a segunda às 19h. Os ingressos devem ser retirados com uma hora de antecedência. 

O público alvo preferencial de "Voa" consta de pais e mães acompanhados de bebês de 0 a 5 anos.

Na encenação é vivenciada a história de duas crianças e um pássaro. Relação da qual surgem o carinho e a cumplicidade, mas também a percepção da diferença, o sentimento de saudade, o medo de estar só. O espetáculo propõe a reflexão sobre a dificuldade de deixar livre quem se ama. "Voa" nasce do encantamento pela imensidão, do desejo, de lidar com o medo da solidão, do impulso de crescer e de se arriscar no desconhecido.

Criado em 2009, o Coletivo Antônia é um agrupamento artístico que pesquisa a linguagem cênica para os bebês e crianças da primeira infância. (*com assessoria)

maíra zannon

voa

Domingo entra em cena "Voa", montagem do Coletivo Antônia, de Brasília

 

 

 

 


Voltar  

Confira também nesta seção:

Agenda Cultural

Veja Mais

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:

  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet