LANÇAMENTO

Às 19h30, na Casa do Parque



verso

 

Segunda-feira, também conhecida como 'segundona', é dia. Dia de prestigiar o lançamento do livro "Um pé de verso... outro de cantiga", de autoria de Milton Pinho, mais conhecido como Guapo. Essa personalidade das artes mato-grossenses que faz música, mas que também escreve e pesquisa e escreve.

O livro tem seu lançamento às 19h30 na Casa do Parque e a publicação sai pela Carlini & Caniato. 

Conheço e admiro Guapo desde nem sei mais quando. Ele, seu chapéu e seu violão, e aquela conversaiada toda - pra muito mais de metro. Na minha memória, já está de tal forma enraizado, que já virou personagem, e daqueles muito queridos. Mas, chega dessa conversa de lavadeira e vamos a...

"Um pé de verso... outro de cantiga" traz dezesseis crônicas e memórias pantaneiras, em textos bem-humorados que o autor concebeu no melhor jeito nativo. São histórias baseadas em ditos populares, contadas por terceiros e também vivenciadas por ele, ao longo dos seus sessenta e seis anos de vida.

Contém também três contos nativos  embasados no linguajar pantaneiro/cuiabano, que traz o ranço da antropologia autóctone da região na sua maneira poética existencial. Finalizando com alguns poemas “acontecidos”,  como frisa o autor, num "surto poético”.

protásio de morais

guapo

 

O livro pode ser entendido também como uma situação psicológica do tipo “metamorfose ambulante”, porque tanto quem escreveu quanto os personagens participantes são complementares e atemporais. Uma obra escrita que transcende a alma e envolve quem lê.

O autor

Natural de Cáceres, cidade pantaneira de MT, ele é compositor, músico e pesquisador. Guapo, sua famosa alcunha, significa valente e corajoso.

Sua relação íntima com o rasqueado é marca registrada dele. Mas Guapo vai muito além disso, porém, o lance do rasqueado em sua vida começou há várias décadas, quando, pesquisando a música latino-americana, dedicou atenção especial a investigar as raízes do rasqueado mato-grossense, a ponto de incursionar por países vizinhos como o Paraguai, Argentina e Bolívia. Guapo é uma sumidade no assunto.

Remedeia

Já me diverti muito com seu livro anterior, "Remedeia co que tem", também da Carlini & Caniato. Tenho um aqui na minha biblioteca e um outro exemplar levei para minha mãe, uma papa-banana (natural de Livramento-MT), radicada há décadas no Rio de Janeiro. Ela também se divertiu um bocado e agora, o problema, é que precisarei levar o novo livro pra Rosinha. Quer dizer, problema, uma ova. Será um grande prazer.

Então, é isso... O babado cultural maior desta segundona é na Casa do Parque. E, como diziam os cuiabanos de décadas passadas... "vai lá, bugrada!!!". (*com assessoria)

 


Voltar  
1 Comentário(s).
Obrigado pela consideração chomano, sinto o mesmo por vocês que é um escritor multimídia, mas com cheiro de banana e mangueira da Baixada. Te espero lá. Abraços!
enviada por: Milton Guapo    Data: 23/07/2018 09:09:13

Confira também nesta seção:

Agenda Cultural

Veja Mais

Últimas Notícias

Mais Notícias

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:

  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet