REUNIÃO

Museus de MT... eita pauta difícil



museu

Situação dos museus em Mato Grosso nunca foi algo tão espetacular, mas vem andando pra trás nos últimos tempos

Fechados há um ano e meio, aproximadamente, os museus de Mato Grosso estão representando um grande prejuízo à cultura regional. E a novela se arrasta. O próximo capítulo é na segunda-feira, dia 13, quando a turma dos museus - ou que pretende "tocá-los", volta a se reunir com a Secretaria de Estado de Cultura.

A parte isso, prossegue a campanha, instaurada há mais de cem dias, "SOS Museus de MT". Uma articulação justa, digamos, da parte da classe cultural mato-grossense. Recebeu amplo apoio e bombou nas tecnologias da comunicação destes tempos modernos.

Quando a campanha foi lançada, o poder público estadual posicionou-se. O secretário de Cultura, Gilberto Nasser, anunciou ações e declarou um prazo de sessenta dias, após a assinatura dos contratos com as organizações sociais parceiras, para que os museus fossem reabertos. Mas...

O prazo anunciado já expirou. Nesta próxima semana, os sessenta dias já viram 90 dias. E necas de pitibiriba. A pulga não quer sair detrás da orelha daqueles que se propuseram a administrar os museus. E cabe frisar que o perfeito funcionamento dos museus em MT não é coisa dos dias atuais. Museus, espaços e políticas culturais não costumam ter continuidade neste Estado. 

Deixa estar, sigamos em frente... O Tyrannus foi cutucado para tratar deste tema. E diante do atraso em torno da reabertura do museus, algumas questões emergenciais precisam ser elucidadas. Ou, pelo menos, enunciadas, até que os representantes das OSs e do governo estadual se reúnam na próxima segunda (13), conforme sugeriu a Secretaria de Estado de Cultura.

Da parte das OSs, a maratona burocrática que implica no cumprimento das exigências dos editais (o que é normal), mas quando os prazos não são cumpridos, documentos e procedimentos têm seus respectivos prazos vencidos, torna-se uma ginástica desagradável e inútil, ainda mais, considerando-se o não cumprimento do que foi acordado, por parte da administração pública.

Mas há outros aspectos mais graves. Como, por exemplo, a impossibilidade de os museus se beneficiarem de possibilidades de investimentos e convênios em nível federal, já que a situação dos museus não está regularizada.

Outra questão levantada diz respeito aos acervos desses museus. No caso específico da pinacoteca estadual, a comunidade cultural quer saber do estado de conservação das obras, embora a Secretaria de Cultura afirme que estão sendo feitos todos os cuidados de conservação necessários. "Mas, por quem? Que equipe está fazendo isso? Até quando?", querem saber os militantes da cultura.  

Bom, é o que se tem para o momento e vamos ver como vai rolar a coisa na segunda-feira (13). Até lá, o que se sabe, é que a população mato-grossense continua sendo a grande  prejudicada, por conta dos museus fechados. 

Fica a torcida do Tyrannus para que a coisa se resolva, de uma vez por todas.

 

 


Voltar  

Confira também nesta seção:

Agenda Cultural

Veja Mais

Últimas Notícias

Mais Notícias

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:

  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet