EXPOSIÇÃO-HOMENAGEM

Artista único e inesquecível



ana branco

wl

Bora todo mundo lá, bugrada

"O olhar cria esquinas para o azul" é a exposição-homenagem que abre nesta segunda-feira (3), às 18h. dedicada a Wlademir Dias-Pino (1927-2018), artista carioca que, ao longo da sua vida, desenvolveu uma forte relação afetiva com Cuiabá.

A mostra será sediada pelo Museu de Arte e Cultura Popular (MACP), da UFMT, instituição que teve sua identidade visual definida por Wlademir. A curadoria é de Regina Pouchain, poeta que conviveu longos anos com Wlad. Boa parte do acervo é inédito e  a exposição ficará em cartaz até 31 de janeiro.


 

A iniciativa contempla a comemoração dos 48 anos da UFMT e encerra a Agenda Cuiabá Tricentenária. Wlademir, de forma resumida, pode ser rotulado como poeta e artista plástico. Foi idealizador do Intensivismo e participou de outros acontecimentos das artes brasileiras nas últimas décadas. 

wlad

 

Sua extensa obra, nos últimos anos, tornou-se objeto de atenção e pesquisa em vários países. 

A abertura da exposição será seguida pelo Concerto Exoquarteto, sob a coordenação do maestro, compositor e  professor da UFMT, Roberto Victorio. Logo após, às 20h, no Auditório do Centro Cultural, tem vez a Cantata de Natal do Coral da UFMT.

Uma reportagem mas ampla, e de acordo com a grandeza das artes wlademirianas, é o que garante o tyrannus para esta semana, após a abertura dessas esquinas azuladas.

 


Voltar  

Confira também nesta seção:

Agenda Cultural

Veja Mais

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:

  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet