POESIA

Gil T. Sousa

os pianos órfãos*

 

um bando de pianos órfãos
atravessava a neve

e deixava um rasto de ouro
no silêncio negro da tarde

velávamos os raros fios de sol
que nos teciam a melancolia

e partíamos ricos
dando-nos ao assalto das horas

livres e amantes

 

*Reproduzido de https://canaldepoesia.blogspot.com

 

Gil T. Sousa, poeta de Portugal


Voltar  

Confira também nesta seção:

Agenda Cultural

Veja Mais

Últimas Notícias

Mais Notícias

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:

  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet