NO ORIENTE

É MT no outro lado do planeta



flor

 

Enquanto estamos aqui neste Mato Grosso já 2019 adentro, um bravo grupo da cultura popular destas bandas, do outro lado do planeta, comemora a chegada do ano novo na China. É o Flor Ribeirinha que participa do Spring Festival 2019, que comemora a chegada do Ano Novo Chinês e da primavera. Eita!!!

O grupo, surgido há mais de 24 anos na comunidade São Gonçalo Beira-Rio, local berço da cidade, embarcou para a China na terça e fica por lá até o dia 20 de fevereiro, fazendo apresentações diárias, participando de vivência e conhecendo os principais pontos turísticos do país.

Os artistas mato-grossenses vão para ‘Xi’an’, famosa cidade dos Guerreiros de Terracota. Ali, delegações de diversas partes do mundo estarão presentes no evento e o Flor vai participar de vivências culturais com grupos de praticamente todos os continentes. 

O Flor Ribeirinha levará à cena o espetáculo “Mato Grosso Dançando Brasil”, que apresenta o siriri e as danças populares de várias regiões do Brasil e já foi assistido por mais de 500 mil espectadores, incluindo a turnê pela Europa, que aconteceu em 2018, após o grupo ter se consagrado, em 2017, como campeão do mundo, num dos maiores festivais de folclore do mundo, na Turquia.

flor

 

A trajetória internacional do grupo, com méritos, se expande significativamente, chegando ao país mais populoso do mundo. Vale lembrar que esses artistas de São Gonçalo Beira-Rio, são de origem humilde e encontraram no fazer cultural, com talento e organização, um padrão de alto profissionalismo, que lhes confere dignidade e alegria na labuta cotidiana, além de levar a rica diversidade cultural brasileira e mato-grossense para esse mundão sem porteira.

Essa viagem à China marca o início das turnês de 2019 da Federação Brasileira de Artes Populares (FEBRARP), responsável por mais uma grande experiência do grupo. “Ir a China é um presente. Significa a consolidação do Flor Ribeirinha como legítimo representante da cultura popular brasileira no cenário mundial. Estamos muito honrados com o convite da FEBRARP e extremamente felizes por começar 2019 com uma grande ação internacional, em um país que é referência em preservação de sua cultura”, ressalta Avinner, coreógrafo do grupo.   

Associação Cultural Flor Ribeirinha

Idealizada e fundada pela Mestre da Cultura Domingas Leonor da Silva, a Associação Cultural Flor Ribeirinha trabalha há mais de 24 anos no resgate, manutenção, proteção e difusão da cultura popular, sobreturo o Siriri e Cururu, bem como com outras formas de expressão da cultura regional em todo o Estado de Mato Grosso. 

Ao longo desses anos, como grupo de Siriri e Cururu, vem vivenciando e  preservando as tradições cuiabanas nas celebrações tradicionais das festas de santos, na produção da cerâmica em argila e comidas e bebidas típicas, na confecção e uso da viola de coho nas atividades, além do modo de vida dos ribeirinhos com seus costumes e tradições. 

Historicamente em sua longa trajetória, a Flor Ribeirinha realiza a importante tarefa de divulgar a cultura popular não só em nosso estado, mas para todo Brasil e o mundo.

Entre os países onde o Flor Ribeirinha já se apresentou estão Itália, França, Turquia, Paraguai e Peru. (*com assessoria)

flor

 

 


Voltar  

Confira também nesta seção:

Agenda Cultural

Veja Mais

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:

  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet