MISC

Três filmes serão exibidos



cinecaos

Arte de Camila Hybris, criada para o cartaz do V CineCaos

Soam as trombetas do apocalipse e os amantes do terror trash já se aquecem para a 5ª edição do CineCaos com uma prévia do festival, que acontece no Museu da Imagem e do Som de Cuiabá (Misc), neste sábado (11). Para este ano, Cataclismas, Hecatombes e Delírios do Poder foram escolhidos como tema para a Mostra Internacional de Cinema e Audiovisual, realizada ao longo do mês de agosto, na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).

A programação de amanhã tem início às 19h30 e inclui a exibição do filme nacional “Brasil 2020”, do cineasta Petter Baiestorff, e a estreia de “Px 110 MHz”, do multiartista cuiabano Eduardo Ferreira. Além disso, será reexibida a película “Cisma Subversiva”, que tem roteiro e direção assinados por Jorge Castro e fez parte da primeira edição do encontro, em 2015.

Com teor político, a produção de abertura, “Brasil 2020” foi finalizada recentemente e o diretor tem liberado sua reprodução apenas para cineclubes. No caso de PX 110 MHz, a obra, inédita, foi resgatada de uma fita e conta com ilustres participações, como do poeta Antônio Sodré, falecido em 2011, e do artista plástico Clóvis Irigaray. Sobre o roteiro, o cineasta adianta: “É uma rádio pirata no ar, em Cuiabá”.

Já o terceiro filme, “Cisma Subversiva”, aborda os devaneios de um homem solitário. “Trata-se de uma mente subversiva alimentada por cismas e desconstruções de identidade simbólica e material”.

De acordo com uma das idealizadoras do CineCaos, Eliete Borges, esta é a quinta edição consecutiva da mostra. “De 2015 pra cá temos radicalizado as propostas, abrindo espaço para os projetos mais independentes. A ideia é sairmos do cotidiano das exibições comerciais, trazendo ao público, temáticas normalmente rejeitadas pelo cinema”, diz.

O secretário de Cultura, Esporte e Turismo, Francisco Vuolo lembra que a iniciativa reforça a proposta de atrair diferentes públicos ao Museu, que reabriu as portas em 2018 após quase três anos de pausa. “Nós estamos trazendo as pessoas para dentro do museu. Para isso temos oferecido as mais variadas atrações. Estou falando de exposições com trabalhos do público LGBT, religiosidade africana, futebol e vários outros temas”, lembra.

Depois da sessão de sábado, os interessados poderão participar de uma roda de conversa com os realizadores locais. As inscrições de filmes seguem até dia 15 de julho pelo email cinekhaos@gmail.com. (*da assessoria da Prefeitura de Cuiabá)

eliete

"A ideia é sairmos do cotidiano das exibições comerciais, trazendo ao público, temáticas normalmente rejeitadas pelo cinema" diz Eliete Borges (foto de Rai Reis), uma das idealizadoras do festival


Voltar  

Confira também nesta seção:

Agenda Cultural

Veja Mais

Últimas Notícias

Mais Notícias

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:

  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet