POESIA

Tove Ditlevsen

Apenas por ti*


Um lume brilha na madrugada
brilha apenas por mim
E se eu o sopro,
ele se inflama
se inflama apenas por mim

Mas se falas de mansinho
e sussurras suavemente
o lume mais que brilha: de repente
ele arde no meu peito fundamente
apenas por ti

 

*Reproduzido de https://www.academia.edu , tradução de Luciano Dutra

Tove Ditlevsen (1917-1976), poeta da Dinamarca


Voltar  

Confira também nesta seção:

Agenda Cultural

Veja Mais

Últimas Notícias

Mais Notícias

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:

  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet