NA UFMT

Sessão gratuita, temas femininos



ciata

O protagonismo feminino negro sob a ótica de Hilária Batista de Almeida, a "Tia Ciata"

Nesta quinta-feira (26), às 19h, tem sessão "Tudo Sobre Mulheres" no Centro Cultural da UFMT. A classificação indicativa é para maiores de 14 anos, com curadoria e mediação de Danielle Bertolini. 

A sessão está relacionada com o o Festival Tudo Sobre Mulheres, que vai acontecer entre 21 e 31 de outubro na sua sétima edição.

Em cartaz, nesta quinta, cinco filmes, produções de São Paulo e do Rio de Janeiro, com duração entre 25 e 15 minutos. A entrada é franca.

Abre a sessão "Tia Ciata" (Mariana Campos & Raquel Beatriz, RJ, 2017, 25’). Um curta que documenta o protagonismo feminino negro sob a ótica de Hilária Batista de Almeida, a Tia Ciata,  mulher de suma importância para a história e cultura brasileira.

"Embaraço" (Mirtes Agda Santana, SP, 2018, 25’) vem na sequência. Narra o ponto de vista da militância estética sob o olhar de quatro mulheres negras, através de suas transições capilares e na luta diária pela quebra dos padrões de beleza

O terceiro filme da noite é "Peripatetico" (Jessica Queiroz, SP, 2017, 15’). Nele, Simone, Thiana e Michel são três jovens moradores da periferia de São Paulo. Simone está a procura do seu primeiro emprego, Thiana tenta passar no concorrido vestibular de medicina e Michel ainda não sabe o que fazer. Em meio às demandas do início da fase adulta, um acontecimento histórico em maio de 2006 na cidade de São Paulo muda o rumo de suas vidas para sempre.

"Estamos Todos Aqui" (Rafael Mellim & Chico Santos, SP, 2017, 19’) ganha exibição em seguida. Traz  Rosa, que nunca foi Lucas. Expulsa de casa, ela precisa construir seu próprio barraco. O tempo urge enquanto um projeto de expansão do maior porto da América Latina avança, não só sobre Rosa, mas sobre todos os moradores da Favela da Prainha.

A noitada fílmica se encerra com "O Espírito do Bosque" (Carla Saavedra Brychcy, SP, 2017, 15’). Tentando provar sua coragem, a pequena Joana aceita o desafio de entrar no bosque, supostamente vigiado por um antigo espírito. (*com assessoria)

perip

"Peripatético" traz três moradores da periferia de São Paulo e seus dramas pessoais

 


Voltar  

Confira também nesta seção:

Agenda Cultural

Veja Mais

Últimas Notícias

Mais Notícias

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:

  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet