CINE TEATRO

"Crítico", o documentário



ims

kleber

Os filmes dele já faturaram mais de 120 prêmios no Brasil e no exterior, com seleções em festivais como Nova York, Copenhague e Cannes

Outubro chega com força na oferta audiovisual. Através de parceria entre o Cineclube Coxiponés e o Cine Teatro Cuiabá, abre nesta terça (01/10) o Ciclo Kléber Mendonça Filho, cineasta que vem sendo acusado pelo tyrannus como o mais importante diretor do cinema brasileiro contemporâneo.

Os quatro longas do cineasta pernambucano ganham exibição no Cine Teatro, ao longo deste mês. Abre o ciclo o documentário "Crítico" (Kleber Mendonça Filho, Brasil, 2008). A sessão começa às 19h30 e os ingressos custam dois e quatro reais. Sobre a classificação indicativa do doc., há controvérsias. No site do Cine Teatro está anunciado para maiores de 16 anos, enquanto no site Canal Curta, está classificado para 12 anos. Também há informações divergentes em torno da duração do filme. Assim é, mas nem há como reclamar, já que a novidade, em si, é muito mais positiva.

 

"Crítico" é o primeiro longa de Kléber que, nos anos seguintes a esta produção, já começaria a se firmar como grande cineasta, bastante autoral, mas com narrativas que costumam conquistar variados nichos de público cinematográfico. Além de cineasta, ele é roteirista, produtor e crítico de cinema. Após "Crítico", dirigiu "O som ao redor" (2013), "Aquarius" (2016) e "Bacurau" (2019).  Seus filmes já faturaram mais de 120 prêmios no Brasil e no exterior, com seleções em festivais como Nova York, Copenhague e Cannes. 

critico

Cartaz do filme desta terça

O documentário 

Produzido ao longo de dez anos, "Crítico" discute o cinema a partir dos conflitos entre artistas e observadores, criadores e críticos. Compondo o filme estão 70 entrevistas com críticos e cineastas do Brasil, dos EUA e de países da Europa. A ideia para o documentário surgiu a partir do questionamento pessoal de Kleber, enquanto crítico profissional, de como se posicionar na indústria cultural sendo também um cineasta.

Ao longo do documentário, há depoimentos de cineastas como Eduardo Coutinho, Walter Salles, Gus Van Sant, Fernando Meirelles, João Moreira Salles, Richard Linklater, Cláudio Assis, Costa Gavras, Carlos Saura e Nelson Pereira dos Santos, entre outros. (com informações de vários sites) 

 

 


Voltar  

Confira também nesta seção:

Agenda Cultural

Veja Mais

Últimas Notícias

Mais Notícias

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:

  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet