POESIA

Hino à Vida



Tão certo quanto o amigo ama o amigo,
Também te amo, vida-enigma
Mesmo que em ti tenha exultado ou chorado,
mesmo que me tenhas dado prazer ou dor.

Eu te amo junto com teus pesares,
E mesmo que me devas destruir,
Desprender-me-ei de teus braços
Como o amigo se desprende do peito amigo.
Com toda força te abraço!
Deixa tuas chamas me inflamarem,
Deixa-me ainda no ardor da luta
Sondar mais fundo teu enigma.

Ser! Pensar milênios!
Fecha-me em teus braços:
Se já não tens felicidade a me dar
Muito bem: dai-me teu tormento.

 

*Reproduzido de https://acasadevidro.com, tradução de Dominique Miermont e Brigitte Verne

lou

Lou Andreas-Salomé (1861-1937): filósofa, poeta, romancista e psicanalista. Nasceu na Rússia, viveu na Alemanha. Habitou os corações de Nietzsche, Freud e Rilke


Voltar  

Confira também nesta seção:
15.06.18 17h53 » Ficções
13.06.18 18h00 » Madona dos Páramos
11.06.18 18h00 » A casa dos cem cascos
09.06.18 17h58 » O diário de Frida Kahlo...
07.06.18 18h00 » Os condenados
05.06.18 17h16 » Contos Negreiros
03.06.18 18h00 » Yann Andréa Steiner
01.06.18 17h20 » O rosto perdido
30.05.18 18h00 » O inominável
28.05.18 17h45 » Morte a crédito*
26.05.18 17h55 » lorenzzojesus
24.05.18 17h46 » Envelhecer*
22.05.18 18h00 » Amor,*
20.05.18 17h41 » O orgasmo feminino e o quindim*
18.05.18 17h32 » Prova falsa*
16.05.18 18h00 » Livre-arbítrio*
14.05.18 18h00 » Totonha
12.05.18 18h00 » Supermãe*
10.05.18 18h00 » A Ignorância e a Burrice*
08.05.18 18h00 » Graça Infinita*

Agenda Cultural

Veja Mais

Últimas Notícias

Mais Notícias

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:

  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet