CONTO

Filosofia e o espelho da natureza*



Aí bem quando eu estava sendo solto em 1996 a Mamãe conseguiu um acordo em uma ação pequena contra o fabricante de um produto e usou o dinheiro imediatamente para fazer uma cirurgia cosmética nos pés de galinha em volta dos olhos. No entanto o cirurgião plástico fez bobagem e acabou causando alguma coisa na musculatura do rosto dela que fazia que ela parecesse alucinadamente assustada o tempo todo. Eu tenho certeza que você conhece a aparência que o rosto de um indivíduo pode assumir na fração de segundo que antecede o início do grito. Isso agora era a Mamãe. No fim de contas, basta um escorregão da lâmina para cá ou para lá nessa operação e aí você fica com essa cara de alguém na cena do chuveiro do Hitchcock. Aí então ela pegou e fez outra cirurgia cosmética para tentar corrigir aquilo. Mas o segundo cirurgião também fez bobagem e a aparência de susto ficou pior ainda. Principalmente em volta da boca dessa vez. Ela pediu a minha reação honesta e eu senti que a nossa relação exigia no mínimo isso. Os pés de galinha eram de fato coisa do passado agora que a cara dela era uma máscara crônica de pânico insano. Agora ela parecia mais a Elsa Lanchester quando a Elsa Lanchester contempla pela primeira vez o seu futuro companheiro no clássico do studio sytem de 1935, A noiva de Frankenstein. Agora depois da segunda cirurgia estropiada nem óculos escuros ajudavam muito já que a questão da boca escancarada e da distensão mandibular e dos tendões projetados e assim por diante continuava. Então agora ela estava envolvida em mais um processo e quando ela pegava o ônibus com regularidade para ir até o escritório do advogado que ela tinha escolhido eu é que era o acompanhante dela. A gente ia na frente do ônibus em uma das áreas de assentos mais longas que se alinham lateralmente ao invés de frontalmente. A gente aprendeu pelo método experimental a não sentar mais para trás nas fileiras de assentos mais normais que ficam de frente uns para os outros por causa de como certos passageiros visivelmente reagiam quando subiam e realizavam a ação aparentemente reflexa quando começavam a se mover pelo corredor até um assento de brevemente checar os rostos que os encaravam da estreita fileira de assentos que se estendia até o fundo do ônibus e repentinamente viam o rosto distendido e mudamente gritante da Mamãe parecendo olhar para eles com um pavor insensato. E houve uma catadupa desses casos e interações antes de eu me aplicar ao problema e desenvolver um hábitat mais operacional em ângulos retos. Nada nas fontes explica suficientemente o porquê de as pessoas realizarem a checagem de rostos assim que embarcam embora anedoticamente pareça ser um reflexo defensivo em toda a espécie. E eu também não sou um espécime bom para se ter no assento ao lado se ela queria passar despercebida em função de como a minha cabeça fisicamente se eleva por sobre todas as outras em um grupo. Fisicamente eu sou um espécime grande e tenho coloração distinta, olhando para mim você nunca saberia que eu tenho tamanha inclinação para os estudos. Há também os óculos envergados e as luvas especialmente projetadas para o trabalho de campo, não é nada impossível encontrar espécimes nos ônibus mesmo que as pesquisas até o momento não tenham rendido frutos. Não é como se falando às claras se pudesse dizer que eu gostasse de ir com ela enquanto ela exercia todos os seus esforços tentando não permitir que a vergonha da expressão crônica a deixasse com uma aparência ainda mais assustadora. Ou que eu realmente pudesse ansiar por me ver sentado em uma coisa que se pretende uma sala de espera lendo boletins do Rottary duas vezes por semana. Não é como se eu não tivesse outras coisas e estudos com que ocupar o meu tempo. Mas o que é que se vai fazer, as condições da minha liberdade condicional incluem a Mamãe ter declarado sob juramento que assumiria responsabilidade como minha guardiã. E no entanto qualquer um que observasse a realidade da vida conjunta desde a segunda cirurgia concordaria que a realidade era o contrário porque em função do desconsolo e do medo da reações dos outros a ele ela é praticamente incapaz de sair de casa e é capaz de atender às convocações intimantes do advogado para ir ao seu escritório só com a minha presença e proteção durante todo o longo caminho. Além disso eu nunca gostei de insolação direta e me queimo com grande facilidade. Desta vez o advogado sente o cheiro de um lucro monstro se e quando conseguir colocar a Mamãe em um tribunal e deixar um júri ver com os próprios olhos a conseqüência da negligência do cirurgião plástico. Eu também carrego uma valise o tempo todo desde o meu próprio caso. Hoje poderiam chamar a valise de acessório semático para advertir possíveis predadores. Desde a negligência original eu me imunizei primariamente contra a crônica expressão de horror da Mamãe mas mesmo assim posso me ver muito incomodado pela reação de certas pessoas a nós visualmente, algumas pessoas levam um tempo para se acostumar. O volante circular de um ônibus é não apenas maior mas está colocado em um ângulo de incidência mais horizontal que o de qualquer táxi, carro particular ou viatura de polícia que eu jamais tenha visto e o motorista gira o volante com um movimento largo pancorpóreo que se assemelha ao de alguém que varre com o braço todo o material de sobre uma mesa ou uma superfície em uma repentina comoção violenta. E os assentos perpendiculares especiais no segmento anterior do ônibus oferecem um bom ponto de observação para vigiar a luta do motorista com o ônibus. E eu também não tinha nada contra o menino de jeito nenhum. E também não há nada em qualquer determinação estadual, regional ou local que restrinja as variedades que você pode estudar ou que sequer estipule que cultivar mais do que uma certa quantidade delas constitua um risco imprudente ou um perigo para a comunidade em geral. Se a consulta é de manhã aí o motorista às vezes fica com um jornal dobrado em um canto perto da caixa automática de moedas ou bilhetes que ele tenta espiar enquanto espera nos sinais mas não é que ele vá conseguir ler muito desse jeito. Ele tinha só nove anos o que foi repetidamente enfatizado como se a idade dele de alguma maneira reforçasse a acusação de negligência por minha parte. Uma espécie asiática comum tem não apenas os símbolos semáticos ventrais mas uma linha vermelha reta nas costas, que leva a seu nome nativo, Linha vermelha em costa. Testes padronizados confirmaram que eu tenho tanto uma inclinação estudiosa quanto uma extraordinária memorização para o estudo o que ela nem tenta negar. Eu desenvolvi a teoria de que o motorista espia o seu jornal e relutantemente torna a dobrá-lo e o recoloca no seu canto no sinal verde para assinalar a paralisada repulsa que sente pelo seu ganha-pão e um psicólogo indicado por um juiz poderia diagnosticar o jornal como um pedido de socorro. Nosso hábitat usual agora é o assento que fica do mesmo lado da porta do ônibus minimizando qualquer probabilidade de que alguém que embarque tenha uma visão frontal e repentina da expressão dela. Sendo essa também uma lição aprendida à moda antiga. O único interlúdio mais leve foi que quando trouxeram o espelho e as primeira bandagens cirúrgicas saíram aí não era possível de início afirmar se a expressão do rosto era uma reação ao que ela estava vendo no espelho ou era ela mesma o que ela estava vendo e era esse o estímulo que provocava os ruídos. A própria Mamãe, que é uma fêmea de coração decente, ainda que vaidosa, amarga e tímida, mas que não é um colosso nas estradas do intelecto humano, para dizer francamente, não podia afirmar de início se a expressão de insano terror era a resposta ou o estímulo e se era uma resposta então uma resposta a que coisa no espelho se a própria resposta era a expressão. Causando uma desorientação sem fim até que a pusessem sob sedação. O cirurgião estava apoiado na parede com a testa contra a parede uma reação comportamental que sugeria, Sim houve efetivamente um problema com os resultados da cirurgia. O ônibus é porque a gente não tem carro, uma situação que esse novo advogado agora diz que pode resolver em um estalo. A coisa toda estava cuidadosamente armazenada e protegida e até a acusação admitiu que se ele não estivesse fuçando no telhado da garagem dos outros não havia como ele ter tido qualquer contato com elas. O que gerou os termos da condicional. No começo também era interessante no ônibus ver como os passageiros diante de qualquer vislumbre da expressão do rosto dela por reflexo se viravam para olhar para qualquer das janelas do ônibus à qual achassem que a Mamãe parecia estar reagindo com tal horror facial. O medo que ela tem do filo dos artrópodes vem de longa data o que é a razão de ela nunca ter se aventurado na garagem e poder argumentar ignorantia facti excusat, um termo jurídico. Ironicamente vem daí também o fato de ela viver espirrando R....d© apesar das minhas repetidas advertências de que essas espécies são resistentes à resmetrina e à aletrina trans-d. Os ingredientes ativos do R....d©. É bem verdade que ser mordido por uma viúva é um modo ruim de morrer em função da poderosa neurotoxina envolvida o que levou um médico lá atrás em 1935 a comentar, não me recordo de ter presenciado dor mais abjeta manifestada em qualquer outra condição médica ou cirúrgica enquanto que a toxina indolor da loxosceles reclusa ou aranha-marrom causa apenas necrose e severa perda de tecido. As reclusas manifestam no entanto uma agressividade natural de que as espécies de viúvas jamais compartilham a não ser quando ativamente perturbadas. O que ele fez. O interior do ônibus é de um plástico cor-de-carne com anúncios de serviços médicos e jurídicos dispostos sobre as janelas. Muitos par español. A ventilação varia segundo critérios tais como a lotação. A fobia se torna tão extrema que ela leva uma lata na sacola do tricô até que eu sempre encontro antes de sairmos e digo com firmeza, Não. Em um ou dois momentos lamentáveis de insensibilidade também eu fiz piadas sobre pegar o ônibus até as cercanias dos Estúdios e levar a Mamãe para um teste como extra em um dos muitos filmes de hoje em dia em que multidões de extras são pagas para olhar para cima aterrorizadas por causa de um efeito especial que só depois é inserido no filme através de processos informatizados. Do que eu me arrependo sinceramente, afinal de contas eu sou todo o apoio que ela tem. Na minha opinião no entanto é algo exagerado dizer que uma área frágil em um teto de garagem de vinte anos de idade é equivalente a não exercer os devidos cuidados ou esforços. Enquanto que Hitchcock e outros clássicos usavam apenas efeitos especiais primitivos mas com resultados mais aterradores. Isso para não falar de ele ter invadido o terreno e não ter nada que fazer lá em cima afinal. No depoimento. Para não falar nada de se argumentar que não prever que um invasor venha a cair atravessando um telhado de garagem e destruindo totalmente um complexo e dispendioso complexo de recipientes de vidro temperado e esmagando ou pelo menos incomodando uma grande quantidade de espécimes e inevitavelmente, devido ao incidente, acarretando certas evasões e a penetração da vizinhança circunstante equivalha a eu não ter exercido plenos cuidados. Sendo esse o meu argumento para preferir os clássicos do antigo cinema de horror. Recusando jamais colocar a valise sob o assento eu a mantenho no meu colo durante as freqüentes viagens. A minha posição durante todo o procedimento foi de um profundo e natural pesar pelo menino e sua família mas de que o infortúnio do que tinha acontecido como resultado disso não justificava acusações histéricas ou inverídicas de qualquer espécie. Um assessoramento de qualidade teria sido capaz de traduzir esse raciocínio para uma linguagem jurídica funcional em audições legais e discussões in camera. Mas a verdade é que o assessoramento se verifica abundante se você é o agressor mas não se você é meramente a presa, eles são parasitas, a TV diurna está infestada pelos seus comerciais que incitam o espectador a esperar pacientemente pela oportunidade de atacar, tratamos em uma base de percentagens, sem qualquer espécie de taxa se você é o agressor! Dava para vê-los saindo de todas as frestas depois do processo original da Mamãe. De fato ninguém sequer sabe como a neurotoxina da viúva opera para produzir dor e sofrimento tão abjetos em mamíferos maiores, a ciência fica sem resposta quanto a, evolutivamente, que vantagem existe para um veneno em muito excedente ao necessário para que esse espécime singular mas comum domine sua presa. Com freqüência a ciência se vê confusa diante tanto da luminosa viúva quanto da reclusa de aparência mais normal. E mais aqueles que dizem que realmente vão meter mãos à obra e trabalhar duro e lutar mesmo por você são uns frouxos como o tal suposto especialista em negligência da Van Nuys que a Mamãe recrutou. De outro ponto de vista a histeria teria sido quase cômica já que qualquer ambiente tão desleixado quanto a nossa vizinhança circunstante já estará naturalmente infestado por elas em todas as casas precárias e atulhadas. Tendo elas seu elemento nativo na abundância de abrigo que o entulho gera. Encontram-se espécimes com grande variação de tamanho e de agressividade nos cantos dos porões, embaixo das prateleiras dos paióis, garagens e armários de roupas, atrás de grandes eletrodomésticos e nos inumeráveis recônditos de entulho abandonado e jardins mal cuidados. Favorecendo particularmente as viúvas os ângulos retos mal iluminados para a construção das suas teias. Nos ângulos retos da maioria das estruturas no lado da sombra embaixo das lajes por exemplo nos meses de verão. Se você sabe onde procurar. Por isso os óculos transparentes e as luvas de poliuretano serem indispensáveis mesmo no box onde os ângulos retos podem ser invadidos mesmo em poucas horas de ausência. Sendo as viúvas há muito conhecidas como aplicadas tecelãs. Ou do lado de fora do ônibus em movimento nas palmeiras embaixo das quais eles ficam tão ingenuamente na sombra esperando os seus ônibus, Alugue uma escada e examine com cuidado o lado de baixo dessas frondes qualquer dia! dá vontade de gritar pela janela. Depois de condicionado a saber onde procurar elas com freqüência são observáveis em toda parte escondendo-se onde estão plenamente visíveis. Sendo a paciência outra marca registrada. Este hábitat e também mais para o interior ambos contêm a variedade mais exótica da viúva rubra cuja ampulheta ventral é marrom ou castanha assim como uma das duas espécies menores marrons ou cinzentas do hemisfério nas regiões desérticas mais-do-interior que preferem climas áridos. Faltando ao vermelho da viúva rubra no entanto o enfeitiçante lustro da familiar variedade doméstica negra, trata-se mais de um vermelho fosco ou opaco, e elas são raras e ambos os espécimes escaparam no infortúnio do menino e não foram readquiridos. Aqui como com tanta freqüência no reino dos artrópodes a fêmea é também dominante. Para ser franco a dor e o sofrimento da Mamãe apareceram algo exagerados na descrição do primeiro processo de negligência na verdade ela tosse menos que durante o seu próprio depoimento. Longe de mim no entanto desmenti-la graças ao peso do sangue. Sentada em casa com óculos escuros como sempre tricotando enquanto monitora as minhas atividades com o seu aparelho bucal trabalhando em vão. Cientificamente no entanto um grande mamífero teria de inalar grandes quantidades de aletrina trans-d para qualquer dano permanente surgir o que como previsto de fato influenciou a modéstia do acordo que ela conseguiu. A verdade mesmo é que menos de um centímetro para um lado ou para outro é diferença entre lisos olhos juvenis e a expressão crônica de Vivian Leigh no chuveiro no clássico de 1960 daquele título. A valise é ventilada em minúsculos pontos escolhidos em cada canto e 2.5 dúzias de aparos de poliestireno distribuídos por todo o interior podem proteger os conteúdos de impactos ou traumas. A complexidade do seu novo caso é como distribuir exatamente o processo de negligência entre o primeiro cirurgião cujo procedimento deu-lhe os olhos e a testa assustados e o segundo cuja vagabunda carnificina de reparo a deixou com uma máscara crônica de sofrimento apavorado e de terror que agora felizmente só pode causar incidentes no caso de alguém sentar-se no banco lateral oposto. Exatamente atrás do motorista. Por que a única exposição a riscos do posicionamento da Mamãe aqui é que qualquer indivíduo em tal assento imediatamente em frente a este estará em posição de olhar frontalmente para nós durante toda a viagem. Em certas ocasiões tal espécime acaba, se predisposto por condicionamento ambiental ou temperamento instintivo, por parecer presumir que o estímulo que causa a expressão nela sou eu. Que com as minhas dimensões e a minha marca distintiva que eu raptei esta aterrorizada mulher de meia-idade ou agi de forma de algum modo ameaçadora para com ela dizendo, Algum problema, senhora ou, Por que é que você não deixa ela em paz enquanto ela se afunda mais em seu cachecol de tricô ela mesma constrangida pela reação dessas pessoas mas a resposta que eu desenvolvi é sorrir calmamente e erguer minhas luvas intrigado e espantado como se dizendo, Ora quem sabe ao certo por que alguém tem a cara que tem meu bom amigo não tiremos conclusões com base em dados incompletos! Sua queixa original era que um operário na linha de montagem tinha de fato colado a válvula de uma lata virada para o lado errado, eu apresentei um caso claríssimo de negligência no exercício dos devidos cuidados. Sendo a quinta condição do acordo a de jamais sob quaisquer circunstâncias mencionar o nome comercial do spray doméstico comum em qualquer relação ao processo de negligência que estou disposto a honrar em nome dela, a lei é a lei. No que se refere ao acasalamento eu já estive em encontros mas a química foi insuficiente, a Mamãe é de um cinismo negro nas questões do coração referindo-se a todo o espectro dos rituais de acasalamento com um desastre à espera de acontecer. Recentemente, quando o ônibus atravessava o Victory Boulevard enquanto eu olhava para baixo para verificar a situação eu vi acidentalmente projetando-se de um dos buracos de ventilação no canto da caixa a ponta exígua de uma perna negra articulada, ela se movia levemente de um lado para outro e tinha a mesma coloração luminosa do resto dos espécimes, movendo-se tentativamente de modo exploratório. Invisível contra o negro mais inorgânico do exterior da valise. Invisível para a Mamãe cuja expressão de reação devo dizer levianamente não mudaria nem nos menores detalhes, depois que você se acostuma ela é como um rosto de pôquer. Mesmo se eu abrisse toda a caixa bem ali no meu colo e a virasse no corredor central permitindo veloz propagação e penetração dos arredores delimitados. A pior situação possível só ocorria quando se confrontava alguma dupla de vagabundos ou organismos hostis no assento da frente cuja reação à Mamãe podia ser um agressivo olhar de desafio ou um agressivo, Que p...a você está olhando. É para um tal caso que eu sou o acessório semático ou acompanhante dela, com o meu tamanho imponente e os meus óculos pode-se ver sob o ricto congelado que ela acredita que eu posso protegê-la o que é bom.

*Conto extraído do livro "Oblivion" (2004), com tradução experimental de Caetano Waldrigues Galindo

Reproduzido de http://agentesentimental.blogspot.com.br/

dovesandserpents.org

wallace

David Foster Wallace (1964-2008) foi romancista, contista e ensaísta norte-americano

 


Voltar  

Confira também nesta seção:
23.09.17 17h30 » Caso os tigres não me reconheçam*
21.09.17 17h30 » O ateu
19.09.17 18h00 » Em nome do pai*
17.09.17 17h30 » Quanto custa um conto?*
15.09.17 18h11 » Amar e Ser Livre ao mesmo Tempo*
13.09.17 18h22 » Circuito fechado*
11.09.17 18h50 » Quem morre descansa
09.09.17 18h50 » Cuidado com o que você deseja,*
07.09.17 18h26 » Recorte*
05.09.17 19h30 » O moço do saxofone*
03.09.17 19h53 » Socorro*
01.09.17 19h30 » Vênus! Divina Vênus!
30.08.17 19h25 » Bizarra, não?*
28.08.17 20h00 » As vantagens da morte
26.08.17 20h00 » O limpador de chaminés*
24.08.17 20h00 » Sennin*
22.08.17 20h00 » Galinha cega*
20.08.17 19h06 » O homem que chamava Teresa
18.08.17 20h00 » Heróis*
16.08.17 20h00 » Culpa da Torloni*

Agenda Cultural

Veja Mais

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:

  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet