POESIA
Natalino Ferreira Mendes


 

Bússola*

 

Aparelho original
- a bússola.
Dentro, lâmina imantada, 
em forma de losango,
aponta perenemente
Os polos magnéticos do planteta.
     - Norte/Sul -
dando ao viajante terrestre
ou ao nauta no mar
     - segura direção.


O coração, 
como lâmina da bússola, 
     - divinamente imantado - 
indica
o alfa e o ômega
     - princípio e fim do existir – 
entre os quais o homem
desempenha o papel
que lhe compete
no grande palco da vida.

 

*Poema enviado por Olga Maria Castrillon Mendes, filha do poeta, atendendo solicitação do Tyrannus

Natalino Ferreira Mendes (1924-2011), poeta brasileiro

 


Fonte: Tyrannus Melancholicus
Visite o website: http://www.tyrannusmelancholicus.com.br/