CASA DO PARQUE

Permanece em cartaz até dois de dezembro



luiz marchetti

olimpio

Uma arte voltada para o lado simples da vida, em que os valores que prevalecem são a pureza e a simplicidade presentes no mundo do campo

Por meio do seu olhar sensível, o artista plástico Olímpio Bezerra percebeu algo intrigante em alguns materiais descartados: eles poderiam se tornar obras de arte. E foi o que aconteceu. A exposição “Pipa na Vila” reúne 12 telas, 4 réguas e 25 objetos em madeira, todas obras que utilizam a técnica de óleo sobre tela com inspiração na vida do campo. Com pintura artística na madeira, porta de armário, partes de cabeceira de cama, cabaças e pintura em tela a exposição foi prorrogada até o dia 02 de dezembro para apreciação do público com entrada franca, na A Casa do Parque.

Inspirado pelas recordações da sua infância vivida no interior de São Paulo, Olímpio Bezerra mostra em seus trabalhos a pureza e a simplicidade sobre as peculiaridades da vida nas pequenas cidades do interior. Trata-se, segundo explicou o artista, de uma arte voltada para o lado simples da vida, em que os valores que prevalecem são a pureza e a simplicidade presentes no mundo do campo.

Segundo o artista, a importância da arte utilizada com os materiais recicláveis se intensifica e se faz presente nas diferentes manifestações artísticas, quer sejam em pinturas, esculturas, arte tecnológica e até mesmo nos mais simples trabalhos feitos por artesãos. “Grande parte da mostra é toda produzida com objetos ou parte de materiais vistos como lixo e, por meio de intervenções, tais como pinturas, posicionamento, recortes e associações entre objetos diferentes, ganham um novo significado, revelando, assim, uma beleza que surge do caos da destruição”, explica o Bezerra.

Artista plástico há 42 anos, Olímpio Bezerra já participou de Bienais Naif em São Paulo, exposições internacionais em Museus de Nápole (Itália), Nice (França) e Pequin (China). Esta é a primeira vez que expõe suas obras na A Casa do Parque e para ele “o espaço cultural é de grande relevância para mostrar a importância da arte na vida das pessoas”.

Para a idealizadora da Casa do Parque, Flávia Salém, a arte do Olímpio nos remete ao que há de mais puro. “A vida alegre nas vilas, as marias-fumaça, pipas, missas, cirandas de roda. Toda esta cena está retratada tanto em suas telas, quanto em encostos de cadeiras que se transformam em quadros e namoradeiras únicas. Certamente encantará adultos e crianças”, afirma Flávia. (*com assessoria)

luiz marchetti

olimpio

A mostra "Vila de Pipa" reúne obras inéditas com técnica de óleo sobre tela com inspiração na vida do campo

 


Voltar  

Agenda Cultural

Veja Mais

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:

  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet