AUDIOVISUAL/MT

"Loop" é baseado em conceito de Nietzsche



bini

O cineasta cuiabano Bruno Bini já contabiliza 47 prêmios pelo Brasil e em outros países com seus curtas-metragens

Como o previsto, continua rendendo a primeira edição do edital de Seleção de Projetos Audiovisuais, realizado pela Secretaria de Estado de Cultura, em parceria com a Agência Nacional de Cinema (Ancine) e Fundo Setorial do Audiovisual.

Depois da leva de curtas-metragens lançados no ano passado, agora é a vez dos longas-metragens. O cineasta Bruno Bini, a exemplo, dá início à pré-produção de seu projeto já na próxima semana, no dia 8 de janeiro. A obra audiovisual "Loop", que terá como cenário a capital mato-grossense, deve iniciar filmagens já no próximo mês.

Para potencializar a realização do filme, Bruno Bini buscou parceiros de peso e elenco com estrelas da TV e revelações do cinema nacional. O ator global Bruno Gagliasso será protagonista da trama que traz aventura, suspense e ficção científica. O projeto conta com a co-produção da Globo Filmes e supervisão artística do diretor Fernando Meirelles, diretor do filme Cidade de Deus.

Segundo Bini, a decisão de ter sua cidade como cenário para o longa foi bem recebida pelos co-produtores. “Sempre quis que o filme acontecesse aqui e quando levei a ideia para os parceiros do projeto, todos adoraram”, afirma o diretor sem revelar muito da trama. “É a história de um cara que fica obcecado com a ideia de voltar no tempo depois que sua namorada morre”, resume.

Baseado no conceito do Eterno Retorno, um dos pensamentos mais profundos do filósofo alemão Nietzsche, o projeto foca os ciclos repetitivos da vida com os mesmos fatos se repetindo indefinidamente. “Mais do que um filme sobre viagem no tempo, `Loop´ é um filme sobre arrependimento. Uma história que oferece ao seu personagem principal algo com o que muitos sonham: uma segunda chance”, diz a sinopse.

O elenco estrelado e a co-produção com a Globo Filmes sinalizam as altas expectativas com o resultado final. Segundo Fernando Meirelles, a proposta ousada do filme despertou o seu interesse no projeto. “Loop não se parece com nada que eu já tenha assistido no cinema nacional. É surpreendente”, afirma o diretor de “Cidade de Deus”. A força do roteiro escrito por Bini também foi o que atraiu o ator Bruno Gagliasso. “Sem dúvidas, este é o melhor roteiro que já li até hoje”, endossa o ator, que além do sucesso na televisão, tem investido no cinema em sua carreira.

loop

Bruno Gagliasso, ator da Globo, encabeça o elenco de "Loop", que deve iniciar filmagens em fevereiro

“Loop” será o primeiro longa do cineasta mato-grossense, que já recebeu 47 prêmios com seus curtas em festivais de todo o mundo. A produção do filme está a cargo da Plano B Filmes, de Cuiabá, e da Valkyria Filmes (RJ), da produtora executiva Angelisa Stein. As filmagens estão previstas para começarem no final de fevereiro. “Nossa expectativa é estrear ainda no final deste ano”, afirma o cineasta. 

Além de Bruno Gagliasso, o elenco de “Loop” conta com Bia Arantes (O Filme da Minha Vida), Branca Messina (Não Por Acaso) e Nikolas Antunes. A direção de fotografia será de Jr. Malta (Tim Maia, O Negócio). Boa parte da equipe de produção do filme será composta por profissionais do audiovisual mato-grossense. “Temos muita gente de talento aqui, e esse intercâmbio de profissionais é muito rico para nosso estado”, afirma Bruno Bini. 

“Loop” tem patrocínio ainda, da Secretaria Municipal de Cultura, Globo Filmes e Canal Brasil.

Novo edital

O Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (SEC-MT), em parceria com a Agência Nacional de Cinema (Ancine) e o Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), lançou, recentemente, novo concurso para Seleção de Projetos Audiovisuais no valor de R$ 6 milhões. O certame faz parte das políticas públicas para o fomento, desenvolvimento e fortalecimento do setor audiovisual em Mato Grosso. Deste total investido, R$ 2 milhões serão aportados pela SEC-MT e R$ 4 milhões pela Ancine/FSA.

Serão selecionados nove projetos audiovisuais, sendo dois longas-metragens de ficção ou animação; um telefilme documentário; um telefilme de ficção; um curta-metragem documentário; dois curtas-metragens de ficção ou animação e dois curtas-metragens de baixo orçamento.

As inscrições foram abertas em 1º de dezembro de 2017 e podem ser feitas até 29 de janeiro de 2018. Os projetos selecionados serão divulgados em abril. O edital já está disponível no site da SEC-MT.  (*com assessoria da SEC)

 

http://www.cultura.mt.gov.br/-/8565260-edital-de-producao-de-obra-audiovisual-ancine-fsa-2017-aberto

 

 


Voltar  

Confira também nesta seção:

Agenda Cultural

Veja Mais

Últimas Notícias

Mais Notícias

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:

  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet