FRAMBOESA DE OURO

Prêmio ruim de ganhar



emoji

Um rosto sorridente frustrado por encarnar uma única emoção

O desenho animado "Emoji: O Filme", em que emoticons dos smartphones ganham vida, foi "premiado" neste sábado (3) no Framboesa de Ouro, premiação que ironiza o Oscar celebrando os piores filmes do ano. 

"Emoji: O Filme"  conta as aventuras de um rosto sorridente frustrado por encarnar uma única emoção.

O filme superou vários competidores que também receberam uma recepção mista dos críticos de cinema como "Baywatch: S.O.S Malibu" e o romance erótico "Cinquenta tons mais escuros".

O vídeo que anuncia os ganhadores do Framboesa de Ouro também atacou o ex-produtor Harvey Weinstein e uma série de homens poderosos no mundo do cinema e entretenimento acusados de agressão sexual. 

Com uma música de fundo solene e sob as palavras "Em memória de", uma foto de Weinstein, sem seu nome, foi exibida cercada de imagens do ator Bill Cosby, o diretor Woody Allen e o ex-apresentador de reality show e agora presidente Donald Trump, entre outros, seguidas do texto: "Realmente sentimos por isso, mas não vamos sentir falta de vocês, nem de outros do seu tipo"

O grande ganhador do Framboesa de Ouro, premiação que acontece na véspera do Oscar pela 38ª vez, foi, sem dúvidas, "Emoji: O Filme", já que o longa levou também os troféus de pior diretor, Tony Leondis, e de pior roteiro.

Outros ganhadores que receberam o já famoso troféu que consiste em uma framboesa do tamanho de uma bola de golf posicionada sobre um rolo de filme Super 8 são Tom Cruise, como pior ator em "A Múmia", e Mel Gibson, como pior ator coadjuvante por "Pais em Dose Dupla 2". 

 

*Reproduzido de https://www.afp.com

CRUISE

Tom Cruise contemplado como pior ator em "A múmia"

 


Voltar  

Agenda Cultural

Veja Mais

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:

  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet