SESC ARSENAL

Produções nacionais em destaque



terras

"Terras" (2009), documentário de Maya Da-Rin

Produções brasileiras cuidadosamente pinçadas têm sessões ao longo deste mês (maio) no Arsenal. Em cartaz, nesta semana, a partir de sexta (11), três documentários e um drama. A entrada é gratuita. São longas e curtas e as informações básicas sobre esses filmes é o que o Tyrannus oferece nesta edição. As sessões começam sempre às 19h30.

"Terras" (Maya Da-Rin, Brasil, Documentário, 2009, 75min.), para maiores de 10 anos, tem exibição na sexta (11). O filme será reprisado nos dias 20 e 26 de maio, no mesmo horário.

A história se passa na fronteira tríplice entre Brasil, Colômbia e Peru. As cidades gêmeas Letícia e Tabatinga formam uma ilha urbana cercada pela floresta amazônica. As delimitações territoriais se confundem nos corpos e rostos de seus moradores. “Terras” acompanha o ritmo desse lugar de encontro e passagem.

terv

"Terra Vermelha" (2008), ficção de Marcos Bechis

No sábado (12), é a vez da ficção "Terra Vermelha" (Marco Bechis, Brasil, Drama, 2008, 84min.), com classificação para 14 anos. Volta a ser exibido dias 27 e 31 de maio.

Reporta a realidade de um grupo de índios que vive em uma fazenda trabalhando como escravos e ganham alguns trocados para posarem como atração turística. Eles decidem reivindicar suas terras de seus ancestrais por direito, começando um grande conflito com os fazendeiros da região.

olhar

"Outro Olhar - Convivendo com a Diferença" (2015), documentário de Renata Sette

No domingo (13) tem sessão dupla, com dois curtas, ambos com classificação livre. A sessão com essas duas produções será repetida nos dias 17 e 25 de maio.

"Outro Olhar - Convivendo com a Diferença" (Renata Sette, Brasil, Documentário, 2015, 34min.) conta a história de Charbel Gabriel, um senhor de 60 anos que interage diariamente com a família e a comunidade, e tem síndrome de Down, mas isso não limita seu convívio com as pessoas que o cercam.

"Usp 7%" (Daniel Mello / Bruno Bocchini, Documentário, 2015, 15min.) traz quatro relatos da luta contra o racismo estrutural, passando por diferentes gerações e pontos de vistas. Foca a mobilização em favor da implantação das cotas raciais em uma das mais importantes universidades do país. (*com assessoria)

uso

"Usp 7 %" (2015), documentário de Daniel Mello e Bruno Bocchini

 


Voltar  

Agenda Cultural

Veja Mais

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:

  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet