COROS INFANTOJUVENIS

Apoio ao Projeto Inclusão Literária



uf

O Coral Infantojuvenil da UFMT faz parte de projeto de extensão da Universidade e iniciou suas atividades em 1999

O Núcleo Coral da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) realiza, no sábado (6), no Teatro UFMT, às 18h, o II Encontro de Coros Infantojuvenis. A entrada será 01 livro e 01 revista infantis e/ou infantojuvenis, que serão doados para o projeto Inclusão Literária.

 O evento tem como objetivo promover o intercâmbio entre coros que atuam em Mato Grosso, oportunizando aos mesmos apresentarem o trabalho desenvolvido em seus respectivos projetos, bem como levar ao público espetáculos artístico-musicais.

 De acordo com a maestrina e coordenadora do encontro, Dorit Kolling, a iniciativa tem como proposta ser bienal, sendo que o primeiro ano, realizado em outubro de 2016, contou com a participação de quatro coros, contando com o da UFMT.

 “É um momento de celebrar a música, o canto coral e sua magia nas vozes de crianças e adolescentes, que prometem ao público uma noite de muita música e alegria”, destaca.

Ela explica que, nesta edição, o Encontro traz, além do coro anfitrião, mais quatro grupos, sendo o Coral do Centro Educacional Maria Auxiliadora (Cema), de Cuiabá; o Coral Alquimia, de Várzea Grande; o Coral Infantil Arte Cidadã; e o Coral Infantojuvenil Arte Cidadã, ambos de Santo Antônio do Leverger.

A expectativa é de que aproximadamente 220 crianças e adolescentes se apresentem, com seus respectivos grupos.

Os coros

O grupo anfitrião, Coral Infantojuvenil da UFMT, é um projeto de extensão e faz parte do Núcleo Coral UFMT. Iniciou suas atividades em 1999 e, desde então, tem realizado e participado de inúmeras apresentações e eventos.

Formado por crianças e adolescentes entre 07 a 15 anos, ao longo dos anos de trabalho participou de eventos, produziu e realizou diversos espetáculos, como “Brasileirinhos” (2004), “Próprio para Menores” (2005), “Dos Cantos do Brasil” (2014), “O Circo vem Aí” (2015). Em 2017, o grupo apresentou o Concerto “Encantos do Brasil”, quando foram apresentadas canções de todas as regiões do país.

Além disso, participou, juntamente com o Coral UFMT (grupo adulto), de duas montagens da cantata cênica “Carmina Burana”, de Carl Orff, (2007 e 2017), sendo uma delas com a participação do Coral Praticutucá. Atualmente, conta com aproximadamente 70 coralistas e está sob regência de Adonys Aguiar e Rômulo Aguiar, preparação vocal de Luanna Fonseca, e coordenação e direção artística da professora e maestrina Dorit Kolling.

O coral do Centro Educacional Maria Auxiliadora (Cema) deu início às suas atividades no segundo semestre de 2016, com uma proposta direta da professora e arte-educadora Janaina Costa.

“O objetivo do projeto é desenvolver na criança a confiança em si mesma ao cantar, adquirindo a técnica necessária para o manejo adequado da voz e valorizando a própria produção vocal e a dos outros”, informa Janaina.

cidadã

Coral Infantojuvenil Arte Cidadã, fundado em 2005, é o coral intermediário da Associação Arte Cidadã, atendendo crianças e adolescentes

São ofertadas aulas de flauta, canto e percussão corporal e de copos. Os coralistas aprendem músicas variadas, desde os mestres da MPB, músicas infantis que resgatam a cultura, africanas, indígenas entre outras.

O Projeto Alquimia tem como principal objetivo desenvolver no coração infantil e juvenil a arte, a cultura e o esporte, beneficiando-os no seu crescimento escolar, psicossocial, moral e espiritual, retirando-o da situação de vulnerabilidade social - já que foi implantado em uma zona de periferia de Várzea Grande (MT), no bairro Jardim Vitória Régia.

Desde julho de 2015, são ofertadas 10 modalidades de cursos. Atualmente o projeto conta com aproximadamente 212 crianças, do Educandário e de outras escolas, matriculadas e frequentes nas aulas de balé clássico, capoeira, coral, bateria, violão, inglês, siriri, teclado, informática e teatro. A modalidade do Coral está, há três anos, sob a regência da maestrina Iasmin Medeiros. 

O Coral Infantil Arte Cidadã é porta de entrada para crianças no caminho da educação musical. Fundado em 2009, o projeto atende crianças de 3 a 8 anos, como uma metodologia baseada nas pedagogias ativas.

O repertório abrange de modo especial canções folclóricas e populares brasileiras e de outros povos, visando o desenvolvimento vocal e musical progressivo. Entre seus trabalhos destacam-se os espetáculos “A Arca de Noé”, de Vinicius de Moraes, “O Circo” e o conjunto de Cirandas arranjadas por Villa-Lobos.

Já o Coral Infantojuvenil Arte Cidadã, fundado em 2005, é o coral intermediário da Associação Arte Cidadã, atendendo crianças e adolescentes.

Nessa faixa etária, a prática coral visa propiciar o desenvolvimento de uma consistente técnica vocal, utilizando-se de uma metodologia especifica para vozes infantis e/ou na fase da muda vocal, bem como o início da sistematização dos conhecimentos em música.

“O repertório busca abarcar as principais vertentes da música popular e erudita, sobretudo, composições produzidas especificamente para os jovens, selecionadas por sua relevância no desenvolvimento musical dos cantores”, destaca Jeferson Ribeiro, regente, fundador e diretor musical da Associação. (*com assessoria)

SERVIÇO:

O QUE: II Encontro de Coros Infantojuvenis da UFMT
QUANDO: Sábado (6), 18h
ONDE: Teatro UFMT
QUANTO: 01 livro e 01 revista infantis e/ou infantojuvenis, que serão doados para o projeto Inclusão Literária
INFORMAÇÕES: 3615-8307 e www.facebook.com/coralufmt

 


Voltar  

Agenda Cultural

Veja Mais

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:

  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet