NA UFMT

Períodos matutino e vespertino



luiz sayão

poe

 

"Maravilhoso, pois proporciona integração, interação, conhecimento e poesia. E falar de poesia é sempre bom”. Assim a acadêmica Arlene Bispo, do terceiro ano do curso de Letras/Francês da UFMT, definiu o I Congresso Poéticas da Proximidade – Literatura, Arte, Política, nesta 5ª. 

Arlene acompanhou a mesa-redonda Narrativas de testemunho: ética, estética e política, composta pelos professores Diego Baraldi e Marcia Romero Marçal, e por Talita Figueiredo e Leandro Brito, da Solta Cia de Teatro, sob mediação da professora Célia Maria Reis.

O Congresso começou na quarta (28) e prossegue até esta sexta (30), na UFMT. Mais informações sobre o evento podem ser conferidas no link ao final desta matéria.

Organizado pelo Programa de Pós-Graduação em Estudos de Linguagens (PPGEL), do Instituto de Linguagem (IL), Câmpus de Cuiabá, a conferência “Imagem contemporânea: arte e política”, ministrada pelo professor Paulo Custódio de Oliveira, da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), abriu o evento ontem (28) à noite. Serão três dias de atividades, com mesas-redondas, apresentações artísticas e de trabalhos nos simpósios temáticos.

Segundo a coordenadora do Congresso, professora visitante do PPGEL, Maria Elisa Rodrigues Moreira, o evento reúne alunos dos cursos de graduação e pós-graduação de várias universidades brasileiras. O objetivo é discutir a relação entre arte e política, principalmente na perspectiva de que as produções artísticas, independentemente da abordagem, têm uma função política, explicou. “O Congresso representa um movimento para reforçar o papel da universidade na sociedade, possibilitar a troca de conhecimento produzido nas universidades e compartilhar reflexões. Tem muita gente fazendo pesquisa”, frisou. 

I Congresso Poéticas da Proximidade busca o desenvolvimento de reflexões a respeito do lugar fronteiriço ocupado pelas produções literárias e artísticas frente aos diversos discursos do saber e do poder, consequentemente, acerca de seu potencial político e epistemológico, assim como o desenvolvimento de um referencial teórico e crítico que seja passível de sustentar reflexões a partir dessas obras e junto a elas.

As apresentações de trabalhos prosseguem nesta sexta. De manhã tem a mesa-redonda “Os possíveis da arte na cidade”, com participação das professoras Divanize Carbonieri e Maria Thereza Azevedo e do artista urbano Babu Seteoito, sob a mediação da Tamires Ferreira Coêlho. No período vespertino, será realizada a mesa-redonda Hibridismo: artes e mídias em relação, com participação dos professores Vinicius Carvalho Pereira e Maria Elisa Rodrigues Moreira e de membros do Coletivo de Arte In-Próprio Coletivo. (*com assessoria)

https://doity.com.br/congresso-poeticas-da-proximidade/

luiz sayão

poe

 

 


Voltar  

Agenda Cultural

Veja Mais

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:

  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet