REALIZADORES DE MT

No Cine Teatro, exibição de cinco curtas



racista

"Como ser racista em dez passos" (Isabela Ferreira, 2018, 13´)

Terça (16), a partir das 19h30, tem sequência no Cine Teatro o projeto "Realizadores de MT", destacando a produção do Coletivo Audiovisual Negro Quariterê. Cinco curtas serão exibidos, com ingressos a dois e quatro reais. Classificação indicativa para 14 anos.

O Coletivo Audiovisual Negro Quariterê é formado por produtores de audiovisual de Mato Grosso e tem como foco reunir profissionais da área e demais pessoas interessadas em discutir temáticas relacionadas às questões raciais e suas intersecções com outros aspectos que podem agravar preconceitos, tais como gênero, idade e classe social. 

Nesse sentido, como fruto do aprofundamento dessas discussões, o Quarioterê desenvolve ações ideológicas e concretas voltadas à promoção da equidade de gênero e raça por meio de materiais audiovisuais. Para tanto, o Coletivo participa de editais e busca sua inserção nos espaços oficiais de circulação a fim de garantir que atuem profissionais negros em todas as etapas da produção.

A iniciativa acontece através de parceria envolvendo o Cineclube Coxiponés (UFMT), o Cine Teatro Cuiabá, a Associação Cultural Cena Onze e o Governo de MT.

Serão exibidos os filmes "Sob os pés" (Juliana Segóvia e Neriely Dantas, 2015, 20’), "Abecedário: encontros e desencontros nas letras mato-grossenses" (Jonathan César, 2017, 30’); "Pandorga" (Maurício Pinto, 2017, 17’), e "Como ser racista em dez passos" (Isabela Ferreira, 2018, 13’). Além da estreia de "Minha madrugada" (Rodolfo Luiz, 2019, 10’). (*com assessoria)

pés

"Sob os pés" (Juliana Segóvia e Neriely Dantas, 2015, 20´)

 


Voltar  

Agenda Cultural

Veja Mais

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:

  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet