DEBATE

Seminário do Itaú Cultural



tania

Caberá à Tânia Rodrigues, do Itaú Cultural, a apresentação do tema do evento

Um recorte do seminário ‘Arte, Cultura e Política no Brasil Contemporâneo: uma Perspectiva a Partir do Rumos Itaú Cultural’ chega a Cuiabá no dia 25 de abril. O evento será no Cine Teatro Cuiabá, das 19h às 21h, com entrada gratuita. A proposta é reunir especialistas e artistas contemplados pelo programa de fomento à cultura do instituto para debater o atual cenário dos três eixos que dão nome ao evento (arte, cultura e política no Brasil). 

O instituto promoveu uma pesquisa sobre um total de 1.723 fichas de inscrição e sobre os projetos finalistas do Programa Rumos. O objetivo foi investigar os impactos gerados pelo novo formato do edital e como as suas alterações são percebidas pelos diversos agentes culturais. Toda a reflexão é alimentada por subsídios baseados na série histórica do Rumos, a partir dos editais de 2013-2014, de 2015-2016 e o mais recente, de 2017-2018.

A pesquisa revela, por exemplo, que as inovações e alterações no Rumos ocorridas a partir de 2013 marcaram uma nova fase na seleção de projetos artísticos e culturais no Brasil, em que a ideia é o foco. Este formato, segundo o estudo, ampliou a possibilidade de acesso a recursos para criadores que não tinham espaço no estabelecido mercado de editais e ampliou as possibilidades de realização aos criadores que, de alguma forma, já estavam sendo contemplados em outros processos.

andrea magnoni

itau

Fernanda Júlia, fundadora do Núcleo Afro brasileiro de Teatro de Alagoinhas, será uma das mediadoras

Formato

O seminário compartilha com o público estes resultados e aprendizados adquiridos ao longo dos anos. Em Cuiabá, a conversa é mediada pela indígena e mestre em artes, Naine Terena, e pela diretora fundadora do Núcleo Afro brasileiro de Teatro de Alagoinhas, Fernanda Júlia.

Na palestra Cultura, Arte e Política no Brasil Contemporâneo, que abre o evento, o público é convidado a pensar na cultura, arte e política no Brasil atual, nas urgências e as possibilidades de futuro, na discussão que permeia o cenário local – tendo em vista os territórios em disputa – questões indígenas, imigração, fronteira.

Em seguida, um representante do Itaú Cultural fala sobre o histórico do Rumos, os aprendizados, desafios e futuro, além de apresentar os dados coletados com base nas pesquisas realizada nas últimas três edições do programa. Com o tema Rumos: uma perspectiva histórica, o tema será apresentado em Cuiabá por Tânia Rodrigues, gerente da Enciclopédia Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras.

Por último, artistas locais, selecionados pelo Rumos Itaú Cultural, comentam a própria experiência dentro do programa, o porquê de terem inscrito seus projetos nele, quais impactos tiveram e quais as urgências artísticas e culturais da cidade. É um momento para discutir as formas de fomentos para os artistas da região e como esses tudo isso reverbera nas obras.

Soilo Urupe Chue conta como conseguiu, por meio do Rumos, realizar concertos com o projeto Orquestra de Violinos Chiquitanos, no edital 2015-2016. O grupo passou por quatro municípios do estado Mato Grosso: Cuiabá, Chapada dos Guimarães, Primavera do Leste e Porto Esperidião.

naine

Naine Terena, indígena e mestre em artes, também vai atuar como mediadora do seminário

Rumos e premissas

Rumos nasceu em 1997 com o objetivo de valorizar a diversidade, estimular a criatividade e a reflexão sobre a cultura no país, além de premiar artistas e pesquisadores de diferentes áreas. Nestes 22 anos, a iniciativa recebeu mais de 64,6 mil inscrições, vindas de todos os estados do país e do exterior. Destas, foram contempladas mais de 1,4 mil propostas nas cinco regiões brasileiras, que receberam o apoio do instituto para o desenvolvimento dos projetos selecionados nas mais diversas áreas de expressão ou de pesquisa. Os trabalhos resultantes da seleção de todas as edições foram vistos por mais de 6 milhões de pessoas em todo o país. (*com assessoria)

SERVIÇO

O QUE: Seminário Arte, Cultura e Política no Brasil Contemporâneo: uma Perspectiva a Partir do Rumos Itaú Cultural
QUANDO: quinta (25), das 19h às 21h
ONDE: Sala Anderson Flores, do Cine Teatro Cuiabá
QUANTO: entrada franca

 


Voltar  

Confira também nesta seção:

Agenda Cultural

Veja Mais

Últimas Notícias

Mais Notícias

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:

  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet