CULTURA POPULAR

Após 5 anos, Festival de Siriri volta



franciscano

O Grupo Coração Tradição Franciscano foi criado em 2010

De sexta (17) a domingo (19) próximos acontece a 13ª edição do Festival de Siriri de Cuiabá e os quintais cuiabanos dos grupos participantes estão agitados. Os ensaios técnicos têm reunido, diariamente, dançarinos, músicos, tocadores, coreógrafos, entre outros, com o objetivo de promover o grande espetáculo da cultura regional.  

A edição de 2019, que marca a retomada do evento após 5 anos, ocorre no Espaço Liu Arruda, no Museu do Rio. Contará com a participação de 8 grupos convidados. A festa de abertura será realizada na sexta-feira (17), às 21h, e terá shows regionais e apresentação especial do premiado Grupo Flor Ribeirinha – que trabalha há mais de 24 anos no resgate, manutenção, proteção e difusão da cultura popular, sobretudo o Siriri e Cururu.

Os selecionados desta edição são os Grupos Flor Serrana, Coração Tradição Franciscano, São Gonçalo Beira Rio, Siriri Tradição Coxiponé, Raízes Cuiabana, Folclórico de Siriri Voa Tuiuiú, Associação Cultural Flor do Campo e Associação do Grupo de Siriri Flor de Atalaia.

Para Dorilene das Chagas, presidente do Grupo Coração Tradição Franciscano, do bairro São Francisco, criado em 2010, o evento é uma grande oportunidade de divulgar a cultura e manter a tradição da dança folclórica cuiabana. “Estamos ensaiando as danças e as músicas que fazem parte do repertório do grupo. Além de composições novas feitas especialmente para a ocasião”.

flor

O Grupo Flor Ribeirinha vem atuando há mais de 24 anos

Outro quintal que está movimentado nos últimos dias é o do Grupo Folclórico Voa Tuiuiú, que envolve a comunidade do Itapajé e entorno. Com 11 anos de existência, a coligação já é considerada um dos principais Grupos Folclóricos do Estado. Aos finais de semana é uma maratona de ensaio, canto e dança, o dia todo.

“Todos juntos para conseguirmos finalizar todos os adereços e as coreografias. Saber que o Festival está de volta deu um gás em todos os grupos”, avalia coordenador do grupo, Osmar Arruda de Lima, destacando que o Festival é a maior vitrine do Siriri e esse ano tem um sabor especial, com os grupos mais unidos e com a expectativa de fazer um lindo espetáculo.

A presidente do Grupo Flor do Campo, Matilde da Silva, ressalta que os componentes estão empenhados e dedicados aos ensaios. “Estamos de corpo e alma neste Festival. Não medindo esforços para fazer uma bela apresentação”.  

A produção

O Festival está sendo viabilizado por meio do Fundo Municipal de Apoio ao Estímulo à Cultura, via edital. A seleção e aprovação foram realizadas pelo Conselho Municipal de Cultura e a organização vencedora do chamamento público foi a Central de Eventos CorDeMato. Ao todo foi destinado recurso de R$ 350 mil, oriundo da Fonte 100, que cobrirá gastos de serviços e equipamentos, além de ajuda de custo para os grupos.

tuiuiu

O Grupo Folclórico Voa Tuiuiú foi criado há onze anos

De acordo com o produtor cultural e atual presidente da empresa organizadora, Johnny Everson, o que chamou a atenção na iniciativa é o fato de que, mais que realizar um festival, a prefeitura colocou em prática um processo de reconstrução dos quintais, e de fortalecimento do símbolo que é o Siriri. “A administração vem realizando, desde outubro de 2018, uma série de ações e oficinas para qualificação dos envolvidos no movimento do Cururu e Siriri em Cuiabá, dentro dos seus próprios espaços, como forma de incentivo”, afirma Everson.

O produtor cultural lembra ainda que a edição tem caráter competitivo de classificação, fazendo com que os grupos se mobilizem para melhorar sua condição de apresentação. “O projeto contemplou cada uma das agremiações com R$ 10 mil para que possam investir em suas vestimentas, figuras lendárias e adereços, entre outros. Além de concorrerem à uma premiação em dinheiro. É uma grande iniciativa”.

A realização é da Prefeitura de Cuiabá, por meio de Secretaria de Cultura, Esporte e Turismo, com participação da Central de Eventos CordeMato e apoio do Governo Federal, por meio da Secretaria Especial da Cultura – Ministério da Cidadania. (*com Viviane Saggin, da assessoria)


Voltar  

Agenda Cultural

Veja Mais

Últimas Notícias

Mais Notícias

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:

  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet