RUA DO RASQUEADO

Projeto aprovado pelo edital Fundo/2019



rasqueado

Entretenimento para a população de baixa renda, gratuito, àquelas pessoas que querem curtir a noite tranquilas, dançar e voltar pra casa feliz

Na última quinta-feira (22) o Centro Histórico de Cuiabá voltou a sediar um antigo projeto, agora remodelado e aprovado por edital do Fundo/2019, da prefeitura. O “Rua do Rasqueado – Cuiabá 300 anos” está de volta e a festa, gratuita, foi resgatada na praça Caetano Albuquerque, com participação da banda Scort Som e músico e pesquisador Guapo, idealizador do projeto.

A Rua do Rasqueado, incluindo a edição da quinta passada, consiste em 12 eventos que vão acontecer em praças do Centro Histórico da cidade. As noites dançantes, de bailes na rua são tradicionais em Cuiabá e fazem parte da memória do cuiabano. Quem não se lembra, vai conhecer. E quem já conhece, vai relembrar. 

“A intenção é ocupar novamente o Centro Histórico de Cuiabá, com entretenimento para a população de baixa renda, gratuito, àquelas pessoas que querem curtir a noite tranquilas, dançar e voltar pra casa feliz. E essa região da cidade precisa se movimentar, como São Paulo, como Recife. Era uma região que antes tinha cinemas, restaurantes. Então, estamos resgatando essa cultura cuiabana”, explicou o autor do projeto, o cantor Milton Pereira de Pinho, mais conhecido como Guapo.

Guapo ainda revelou que, com a transformação da cidade numa metrópole cosmopolita, o festival que completa 26 anos, se transforma junto com a cidade. “Antes a gente só tocava rasqueado e alguns pagodes, agora estamos somando, agregando... teremos lambadinha e lambadão e ao longo do projeto participações de grupos de imigrantes em Cuiabá”, disse ele. 

O evento será dividido em blocos de lambadinha, lambadão e rasqueado, além de um quadro de Clássicos Mundiais, que de acordo com Guapo será o momento das canções e artistas que marcaram época, como Beatles, Frank Sinatra entre outros. 

A banda Scort Som foi a convidada da edição inaugural, mas a cada quinta-feira a programação se faz nova e abre-se espaço para novos e consagrados talentos da música autoral em Cuiabá.

rasqueado

O músico e pesquisador Milton Pereira de Pinho, mais conhecido como Guapo, idealizador do projeto

Vicente Vuolo, secretário de Cultura, Esporte e Turismo de Cuiabá, destaca:  “A renovação quando se trata de música não depende só de uma ação do poder público. Não depende só da gente fomentar pontualmente. É necessário que se crie políticas públicas e que elas sejam mantidas".

O secretário adjunto da pasta, Justino Astrevo, frisou o esforço do Conselho Municipal de Cultura, responsável pela avaliação dos projetos, em pensar no futuro da cultura cuiabana no processo de seleção dos aprovados, em estruturar a cultura tradicional para que ela resista pelos próximos 300 anos.

O projeto “Rua do Rasqueado” é o primeiro dentre os 51 aprovados no edital Fundo/2019 a ser executado. A Secretaria de Cultura publicou no último dia 09 de agosto o cronograma de desembolso em que se definiu para o mês de agosto o pagamento dos projetos de música e artes visuais para projetos coletivos. O cronograma será tratado como prioridade pela Secretaria e também pela Secretaria de Fazenda, por determinação do prefeito Emanuel Pinheiro. Ele segue até novembro, totalizando R$ 2,1 milhões em investimento em cultura na capital mato-grossense. (*com assessoria)

 


Voltar  

Agenda Cultural

Veja Mais

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:

  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet