MOSTRA FOTOGRÁFICA

"O Céu de Mato Grosso"



pablo

A exposição pode ser conferida até 29 de março, no Sesc Arsenal, com entrada franca

Até 29 de março permanece em cartaz no Sesc Arsenal a exposição "O Céu de Mato Grosso", que reúne fotografias astronômicas da lua, de galáxias, estrelas e nebulosas. A visitação é gratuita.

As fotografias foram feitas pelo professor Pablo Solorzano, docente do Instituto de Física da UFMT, que tem extensa formação acadêmica. As imagens foram captadas em Várzea Grande, na região metropolitana de Cuiabá e em Poconé, cidade a 104 km de Cuiabá.

pablo

Lua

A exposição é composta por um conjunto fotografias, desenhos e instalações. O visitante é colocado em um ambiente com conteúdo científico, disponível para todas as idades.

As cores das fotos, a profundidade e o brilho, despertam a atenção do público visitante que passa pela exposição, independente da faixa etária. 

Entre as imagens em cartaz estão as chamadas nebulosas, que são nuvens interestelares de poeira, hidrogênio, hélio e gases ionizados.

As fotos em exposição são da lua, das galáxias Via Láctea e Andrômeda, do grupo de estrelas Plêiades; e das nebulosas de Órion, Dragões Lutadores, Rosetta e Eta Carinae.

pablo

Nebulosa de Órion

Confira abaixo breve entrevista com o professor Pablo Solorzano

O senhor nasceu no Peru. Como veio parar em Mato Grosso?

Eu nasci em Lima, capital do Peru. Cheguei ao Brasil no ano 2000 para realizar o mestrado, depois de me formar física no Peru. Em seguida, fiz o doutorado e pós doutorado no Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas, no Río de Janeiro. Em 2014 fiz o concurso para professor efetivo do instituo de física da UFMT e estou desde essa data até hoje em MT.

O céu de MT, em relação a outras regiões e estados brasileiros, tem algum diferencial que o senhor gostaria de destacar?

O que afeta a visibilidade das maravilhas no céu é a poluição luminosa e ambiental. Em cidades grandes como Río de Janeiro e São Paulo, estes contaminantes são muito significativos o que dificulta a visibilidade do céu. Pela sua posição, MT é um lugar estratégico para a astronomia. A cidade de Poconé ainda é uma zona rural com pouco ou quase nenhuma iluminação pública o que faz muita diferença, temos um céu privilegiado.

pablo

Via Láctea

Nesta exposição, que tipo de informação básica seria de boa utilidade para o público leigo que for visitá-la?

O público leigo vai ter a oportunidade de observar a lua como nunca antes a viu. Vai ver que realmente ela tem crateras, ver que a lua não é branca e preta, que tem cores produtos dos minerais que compõem o solo lunar. Vai conseguir ver uma galáxia muito parecida com a nossa e ter uma ideia da dimensão do universo, da distância na qual esses objetos se encontram. Vai saber o que é uma nebulosa e qual forma ela pode ter. Saber que desde MT é possível ver esses objetos mesmo eles estando a milhões de anos luz e, o melhor, com um telescópio de potência média. Acredito que a astronomia muda a visão da vida das pessoas e nos dá uma real dimensão do universo. As crianças com certeza terão incentivadas a curiosidade pela ciência.

Com seu conhecimento científico e a prática constante como observador do céu, eu gostaria de saber da sua opinião sobre a existência de vida extraterrestre. Noutras palavras, quem observa muito o céu, provavelmente, já viu OVNIs, ou coisa parecida. 

Eu acredito que exista vida fora da terra. A prática da astronomia nos mostra a imensidão do universo. E a quantidade de objetos (galáxias, nebulosas, planetas...etc) visíveis da terra não deixa dúvida de que existe vida em algum lugar do universo. Tenho observado o céu por muitos anos, mas nunca vi um OVNI. Muitas vezes, observamos pelos telescópios pequenos pontos se movimentando, mas não é outra coisa senão satélites. Infelizmente não tive a oportunidade de ver um OVNI.

pablo

Pablo Solorzano é professor do Instituto de Física da UFMT desde 2014

 

SERVIÇO:

O QUE: exposição "O Céu de Mato Grosso"
ONDE: Sesc Arsenal
QUANDO: até dia 29 de março
DIAS E HORÁRIOS: de 3ª a sábado, das 14h às 21h; aos domingos de 15h às 21h
INFORMAÇÕES: 3611-0550

 


Voltar  

Agenda Cultural

Veja Mais

Últimas Notícias

Mais Notícias

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:

  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet