MERCADO EDITORIAL

Obras mais vendidas na semana



desejo

 

Com a pandemia do novo coronavírus, muitos países – incluindo o Brasil – entraram no "dilema" economia x saúde. Para alguns, o isolamento social como medida para conter o vírus pode ter um impacto ainda maior na economia, e para outros, o pensamento é totalmente o contrário. Essa discussão pode ter influenciado a lista dos mais vendidos desta semana. A obra "Economia do desejo" (Civilização Brasileira / Record), do empresário, economista e palestrante Eduardo Moreira, fez sua estreia ocupando o primeiro lugar da Lista Geral e de Não Ficção ao vender 2.060 exemplares. No livro, Moreira explica por que é insustentável economicamente a ideia de que o Estado deve se preocupar mais com a economia do que com o atendimento das necessidades básicas dos cidadãos.

Quem também merece destaque é o bruxo Harry Potter. Em Infantojuvenil, dos 20 livros listados, oito fazem parte da série criada por J.K Rowling e que completa seus 20 anos de publicação no Brasil. O "Box Harry Potter" (Rocco), edição de colecionador em que as lombadas alinhadas formam o castelo de Hogwarts, lidera a lista com 815 unidades vendidas. As outras sete edições que aparecem na lista fazem parte da coleção em capa dura, com formato maior e novas ilustrações, sendo que quatro delas – "Harry Potter e o cálice de fogo", "Harry Potter e a ordem da fênix", "Harry Potter e o enigma do príncipe" e "Harry Potter e as relíquias da morte" – fizeram suas estreias esta semana. Juntas elas somam 1.911 exemplares vendidos.

harry

 

Além dos livros da série de J.K Rowling e de "Economia do desejo", a lista também deu as boas-vindas a outras sete obras. Em Infantojuvenil também entrou o "Box – Diário de um banana" (edição de colecionador) (VR), com 149 cópias vendidas, e em Não Ficção, "A incrível viagem de Shackleton" (Sextante), na 12ª posição.

Em Ficção, estrearam "Caixa Bone: série completa" (Todavia), liderando a lista com 536 exemplares vendidos; "Coleção Agatha Christie – Box 1" (HarperCollins), na 18ª posição e o "Box – Terríveis mestres" (Novo Século), na 20ª.

Autoajuda deu as boas-vindas para a "Coleção Isabela Freitas" (Intrínseca) e a lista de Negócios, para "O seu direito de ser rico" (Citadel), de Napoleon Hill.

O Ranking Geral das Editoras é liderado pela Rocco, que emplacou 12 livros esta semana. O segundo lugar ficou com a Sextante, com 12 e o bronze foi dividido entre o Grupo Companhia das Letras e Intrínseca, com oito livros cada. 

Na matéria original, no Publishnews, você pode conferir a classificação completa em cada uma das categorias.  (*reproduzido de https://www.publishnews.com.br/ )

 


Voltar  

Agenda Cultural

Veja Mais

Últimas Notícias

Mais Notícias

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:

  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet