CINEMA/ESTREIAS

Cardápio radicalmente variado nas telas



"Três Histórias, um Destino" tem a trama centrada na ideologia cristã

Três filmes estreiam nos cinemas cuiabanos, além das duas animações, que também estão reportadas na edição de hoje, mas em outro espaço. Vamos aos filmes: "Três Histórias, um Destino", "Possessão" - que esteve em pre-estreia e já foi noticiado no site, e o título mais promissor entre as três novidades, "Magic-Mike".

Comecemos pelo drama "Três Histórias, um Destino", uma co-produção Brasil-Estados Unidos, que chega às telas através de parceria entre a Graça Filmes e a Uptone Pictures. O filme é baseado em livro do missionário R.R. Soares, da Igreja Internacional da Graça.

Frank (Daniel Zacapa) é o dedicado pastor de uma pequena igreja, obcecado pelo poder e pela ambição de expandir sua congregação. Jeremias (Kevin L. Johnson) é um garoto nascido numa favela, fruto de uma família desestruturada, que se envolve com o mundo das drogas e do crime. Elizabeth (Zoe Myers) foi criada por uma mãe superprotetora, mas, ao encontrar seu grande amor, experimenta uma liberdade. Três pessoas buscando traçar um novo rumo na vida.

Um filme rotulado como cristão, o que leva a crer que é dirigido a um público específico. A direção é de Robert C. Treveiler, que também assina o roteiro. Este é o primeiro filme que ele dirige. É curioso saber que Treveiler, como ator, já atuou em filmes como "Colheita Maldita II - o sacrifício final", e "Hellraiser III - Inferno na Terra". Impossível não imaginar que o ator/diretor praticamente se converteu.

Possessão

“Possessão” esteve em pré-estreia e agora entra em cartaz pra valer. Do gênero terror, o filme é baseado no folclore judaico e conta a história da mãe de uma menina que compra uma caixa de madeira velha e misteriosa num brechó. Surge então um espírito maligno que inferniza a vida de mãe e filha. Há informações de que "Possessão" é baseado em fatos reais.

O filme, inicialmente, teria o título de "Dibbuk Box". Dibbuk é o nome do tal espírito maligno. A direção é do dinamarquês Ole Bornedal (O Principal Suspeito) e no elenco estão Jeffrey dean Morgan (A Inquilina), Kyra Sedgwick (da série "The Closer") e Natasha Calis, entre outros. A produção é EUA/Canadá e são 92 minutos de duração. A produção é assinada por Sam Raimi, mestre do terror, que dirigiu "O Homem Aranha 3".

Magic-Mike

Um filme assinado por um bom diretor, que acumula premiações e indicações em sua filmografia, tem boa chances de convencer. É, ou pode ser, o caso da comédia “Magic-Mike”, que tem a direção de Steve Soderbergh ("Sexo, mentiras e videotape" de 1989, vencedor da Palma de Ouro em Cannes, e "Traffic" de 2000).

Na sinopse, o personagem Mike é um experiente stripper, que está ensinando a um jovem a arte de seduzir as mulheres em um palco. Ao mesmo tempo que ensina a Adam, ficsa caído pela sua irmã, Brooke. Adam se dá bem e o sucesso e o dinheiro sobem à sua cabeça. Envolve-se com drogas e passa a ignorar as pessoas mais queridas, justamente as que apoiá-lo na recuperação.No elenco nomes como Matthew McConaughey, Joe Manganiello e Olivia Munn.

Quem quiser apostar todas as fichas em único filme, que o faça neste. Entre dezenas de prêmios e indicações, Soderbergh, em 2001, tornou-se o terceiro cineasta a ser indicado ao Oscar de melhor diretor, num mesmo ano,por dois filmes: "Traffic" e "Erin Brockovich". Antes dele, apenas Victor Fleming, em 1939, e Francis Ford Coppola, em 1974, haviam conseguido a façanha.


Voltar  

Agenda Cultural

Veja Mais

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:

  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet