MUSEU DE ARTE SACRA

Espetáculo inspirado na obra de Casaldáliga



Trabalho de pesquisa para a criação e montagem do espetáculo começou em 2009

"Pedro!", espetáculo cênico montado pelo grupo Cena Onze, inspirado e em homenagem a Dom Pedro Casaldáliga, bispo emérito de São Félix do Araguaia (MT), encerra sua temporada no Museu de Arte Sacra de Mato Grosso (MAS-MT) neste final de semana.

Com sessões na sexta (20h) e no sábado (19h), a peça tem como fontes as obras de Casaldáliga Sonetos Neobíblicos, Precisamente, Espiritualidade da Libertação, Murais da Libertação, Tierra, Pedro, Ameríndia, Morte e Vida e Orações da Caminhada. Com participação especial do grupo de Capoeira Porto da Barra, a direção é de Paulo Fabio e Alessandra Barros, com supervisão geral de Flávio Ferreira.

O trabalho de pesquisa sobre Casaldália que fundamentou a montagem começou em 2009, quando o diretor Flávio Ferreira esteve pessoalmente com ele em São Félix, ocasião em que se encantou com esse homem abençoado, que dedicou toda a sua vida lutando por justiça social. "Além dos laboratórios de vivências, assistimos vídeos; nossos atores e atrizes foram à exaustão em oficinas de dança, canto e instrumentais; tudo na busca do aperfeiçoamento do trabalho", ressaltou Ferreira.

Peça tem participação especial do Grupo de Capoeira Porto da Barra

A peça “Pedro” tem o patrócinio do Governo do Estado de Mato Grosso, através da Secretaria de Estado de Mato Grosso, Conselho Estadual de Cultura, com apoio cultural do Colégio Master, ECO2 Neutralização, Grantur, Academia Jacarezinho, Big Lar, Entrevia de Teatro, Ótica Diniz, Universal Segurança, Prefeitura Municipal de Cuiabá, OAB MT, Livraria Janina, Allegro Studio de Artes, STETTCR, IDM Informática, Unimed Cuiabá, Museu de Arte Sacra e Gráfica Defanti.

Ficha Técnica

No elenco atuam Otávio Augusto (narrador) e Paulo Fabio (Casaldáliga). Nos papéis de índios(as), negros(as) e sem terra estão: Maiara Giovanini, Genisis Almeida, Odinamar Borges, Cléia Gattass, Luna Maldonado, Anderson Nobre, Ronaldo José, Mariana Ferreira, Nelson Freitas, Tiago Taveira, Carlos Rassi, Edilaine , Wilton Prestes, Ívena Botelho, Valdir Xavier, Meire Xavier, Edileuza , Joice Amaral, Andressa Oliveira, Milene Xavier, Mirele Xavier. O índio Xavante Xisto tem participação especial e a adaptação dos textos foi feita por Paulo Fábio, Alessandra Barros e Flávio Ferreira. Contra regra, cenário, figurino e maquiagem são creditados ao Cena Onze. Jane Klitze confeccionou os figurinos, Edson Jabur e Zé Dias o cenário e a iluminação e sonoplastia é assinada por Bruno Pinheiro. Marcondes Araújo (designer gráfico, assessoria e fotografias), Paulo Fábio, José Roque, Cleia Gattass, Mestre Augusto, Wilker Cristian, Skorpion e Celebridade (músicos); Sônia Mazetto (orientação vocal), Márcia Cambahuba (coreografia), Mestre Augusto Amaral (grupo de Capoeira Porto da Barra) e Janaína Borges (produção) completam a ficha técnica.

Valeo registro de que o Museu de Arte Sacra fica na Igreja Bom Despacho. Mais informações pelos telefones (65) 9627 5565 e 8113-2417.

Voltar  

Agenda Cultural

Veja Mais

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:

  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet