CINEMA

Amazonas Film Festival vai começar



divulgação

Pela primeira vez um longa dirigido por cineasta local concorrerá com produções internacionais

A produção cinematográfica amazonense entra no páreo junto a produções mundiais na 9ª edição do Amazonas Film Festival, evento realizado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Cultura (SEC), de 3 a 9 de novembro. O evento terá como representante regional o longa-metragem “A Floresta de Jonathas”, dirigido pelo amazonense Sérgio Andrade.
Está é a primeira vez que um longa dirigido por um cineasta local concorrerá com produções de países como França, Dinamarca, México, Reino Unido e EUA ao prêmio de melhor filme na categoria internacional. Ainda no ranking das grandes produções, o curta “Rota da Ilusão”, do amazonense Dheik Praia, concorre junto a mais 13 filmes nacionais ao prêmio de melhor curta-metragem Brasil.

O secretário estadual de Cultura, Robério Braga, avaliou que a participação de cineastas e diretores locais nas categorias mais importantes do festival celebra o nivelamento técnico adquirido ao longo das oito edições do evento. Para Braga, esta levará a visão do Amazonas como exportador de produção cinematográfica. “Tanto isso é verdade que o filme ‘A Floresta de Jonathas’ participou dos festivais de cinema do Rio de Janeiro e já foi convidado para o de São Paulo”, disse o secretário, enfatizando que, antes de entrar para a competição, o filme é selecionado por uma comissão internacional de curadores.

Robério Braga informou que a programação acadêmica segue nesta edição com a estratégia de aprimorar a qualidade técnica dos diretores locais. Nesta edição estarão disponíveis 367 vagas para oficinas, palestras debates e convivências com personalidades nacionais na área de cinema.

Produção estudantil

O Amazonas Film Festival traz pela primeira vez 30 curtas produzidos por estudantes do projeto Jovem Cidadão, do Governo do Estado. A mostra completa dos filmes será exibida de uma só vez após a semana do festival, no dia 12 de novembro, no Teatro Amazonas. Com temática educativa e focado no público infantil, o trabalho é resultado do curso de cinema inserido na grade educacional do Jovem Cidadão, cuja filosofia é oferecer alternativas para que crianças e jovens não sigam o caminho das drogas.

“Esse é mais um público que o Governo do Amazonas desperta para a vivência do cinema”, salientou. O secretário mencionou que outra estratégia com intuito para consolidar o Amazonas como um polo cinematográfico é a criação do curso superior de Cinema, que já está com as inscrições abertas para o Vestibular da Universidade do Estado do Amazonas (UEA). As aulas do novo curso iniciam em março, segundo o titular da SEC.

Os números da 9ª edição

 Ao todo serão exibidos 211 filmes entre curtas e longas-metragens, 31 produções a mais do que na edição passada. O Teatro Amazonas será palco das principais categorias competitivas (Mostra Competitiva Internacional de Longa-Metragem e Mostra Competitiva de Curta-Metragem Brasil).
Locais de exibição – As produções serão exibidas em todas as zonas da capital nos centros de convivência e teatros espalhados pela cidade. A programação será estendida para abrigos beneficentes (idoso e infantil) e terminais de ônibus (3,4 e 5). Além da capital, os municípios de Itacoatiara, Maués, Parintins, Presidente Figueiredo, São Gabriel da Cachoeira e uma comunidade rural de Manaus, a comunidade do Pau Rosa, estão na lista dos contemplados com as mostras.

Matéria reproduzida do blog

http://culturadoam.blogspot.com.br/


Voltar  

Agenda Cultural

Veja Mais

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:

  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet