NOVIDADES

William Blake e Florbela Espanca na lista



E vai crescendo o apreço dos internautas pelo espaço 'poesia' que faz parte do site. Um poema a cada dia e já são 44 os poemas publicados, incluindo o que entrará na edição da terça-feira, à noite, período no qual invariavelmente, atualizamos o site. Um poeta inglês, William Blake, e a portuguesa Florbela Espanca, publicados, respectivamente, domingo e segunda-feira.

Um retrato de William Blake, poeta e pintor inglês

William Blake (1757-1827) , além dos versos tinha habilidades como pintor e tipógrafo. Sua vida se passou numa época de acontecimentos históricos importantes, como o Iluminismo e a Revolução Industrial na Inglaterra. Naqueles tempos predominava na literatura um forte conformismo em relação às convenções sociais. Blake, entretanto, era carta de outro baralho. Contestava os poderes do Estado e da Igreja Anglicana, e incomodavam-no aspectos como a pobreza e a injustiça social.

Ele escrevia obras, mas também era um exímio ilustrador. A maior parte de seus trabalhos denotava seus fortes ideais libertários, muitas vezes, denunciando a igreja e a alta sociedade como exploradoers dos fracos. Em seu tempo, não chegou a se tornar famoso, tampouco, teve saúde financeira. Morreu pobre, mas sem dívidas.
Florbela

Flor Bela de Alma da Conceição Espanca (1894-1930), ou simplesmente Florbela Espanca, nasceu em Portugal e viveu apenas 36 anos. Mas teve uma vida plena e, como poeta, experimentou inquietações e sofrimentos íntimos, os quais, lhe serviam de combustível para os versos.

Erotização e feminilidade são traços marcantes de sua poesia. Escreveu também contos, epístolas e um diário, além de traduzir inúmeros romances. Sua colaboração com os mais diferentes jornais e revistas também merece citação.

Novidades em 'Poesia'

Dizem que em cada um de nós existe um lado poeta. Mas, para botar pra fora os versos, só 'existir' esse lado é pouco. Se, no seu caso, esse lado poeta, além de existir, vem persistindo e está cada vez mais difícil livrar-se desse incomodo, é porque você está prestes a tornar sua poesia algo público. E nós aqui do Tyrannus estamos 'fermentando' uma ideia tenebrosa nesse sentido. Tenebrosa, mas no bom sentido. Aguardem!!!

Voltar  

Agenda Cultural

  • Em Cartaz:
  • Feira do Vinil
  • Dia: 23 de março
  • Local: Casa Cuiabana
  • Informações: 99225-6204
Veja Mais

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:

  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet