VISITAÇÃO

Ações culturais, sociais e educativas



assessoria

Em Alta Floresta, muitas ações se desenvolveram através dos Pontos de Cultura

Os Pontos de Cultura de Mato Grosso tem números suficientes para mostrar que cumpriram seu papel junto à sociedade, promovendo ações culturais, sociais e educativas. Só em 2012 , 22 mil pessoas foram atendidas diretamente pelas ações dos Pontos de Cultura e cerca de 180 profissionais remunerados para o desenvolvimento das atividades, nos 36 Pontos espalhados em 25 municípios de Mato Grosso.

Outra ação que mereceu destaque, foi uma parceria com a Biblioteca Nacional, onde foram repassadas duas toneladas de livros para a implementação de Bibliotecas comunitárias nos Pontos de Culturas. Para o próximo ano, pelo menos 25 cidades estarão equipadas com obras literárias distintas e disponíveis á população.

A secretária de Estado de Cultura em exercício, Vannêssa Jacarandá, lembra que a Rede de Pontos é a mola propulsora para estar em contato e para compartilhar conceitos, estimular a troca de experiências e tecer objetivos comuns com o intuito de ampliar o alcance do programa. “Cada um dos 36 Pontos de Cultura de Mato Grosso conduziu suas ações para a excelência dos trabalhos, mesmo com as dificuldades financeiras, e isso é muito válido, pois demonstra que muitos conseguirão dar continuidade as ações ao final do convênio”, explica ela, que deixa o cargo em janeiro, quando vai assumir a pasta outra mulher, Janete Riva.

O Programa do Governo Federal prevê parcerias com estados e Instituições sem fins lucrativos, para que durante três anos, as mesmas possam se estruturar e desenvolver ações culturais para e com a sociedade, pleiteando também recursos de outros parceiros. Ainda em 2012, os Pontos receberam a vistoria do Ministério da Cultura, que através de uma equipe técnica visitou algumas instituições a fim de avaliar a realização das ações. Foram 10 unidades visitadas, e segundo os técnicos do Minc foram satisfatórias e representaram bem o desempenho das instituições do estado.

Anualmente são feitos repasses no valor de R$800 mil reais por parte da Secretaria de Estado de Cultura e cerca de R$1,6 mil do Governo Federal, para as instituições conveniadas.
Adesão de municípios ao PNc

A secretária de Estado de Cultura em exercício, Vannêssa Jacarandá lembrou que os gestores municipais que tomarão posse no mês de janeiro, já estão procurando a equipe do Plano Estadual de Cultura e também a Secretaria de Cultura de Mato Grosso, para inteirar-se sobre o assunto e também, realizar parcerias e se integrar ao Sistema. "Temos recebido muitos prefeitos interessados em saber como equipar a cultura municipal, promovendo as ações em seus municípios. Buscamos esclarecer a todos as vantagens de se elaborar o Plano municipal de cultura e também, e também orientamos na busca de parcerias na esfera federal para a realização de ações nos próximos anos", finalizou Jacarandá. (com assessoria)


Voltar  

Agenda Cultural

Veja Mais

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:

  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet