POESIA

O versos se renovam diariamente aqui



A poeta Ana Cristina Cesar morreu cedo, mas deixou obra significativa

Poesia, o setor versos deste site, abra 2013 com dois poetas brasileiros (um homem e uma mulher) que, apesar de pouco conhecidos, têm todos os méritos que devem ser comuns aos bons poetas. Ivan Junqueira e Ana Cristina Cesar. O primeiro, já na edição deste dia 2, e a segunda entra na edição a ser atualizada na noite de quinta-feira (03).

Ivan Junqueira nasceu no Rio de Janeiro, em 1934. É membro da Academia Brasileira de Letras, tentou estudar medicina e filosofia, para firmar-se como jornalista, área onde tem vasto currículo. Tem atuação destacada como crítico literário e ensaísta, colaborando com jornais e revistas do Rio,de São Paulo e de Minas. Seus livros já foram traduzidos para idiomas como alemão, chinês, dinamarques, espanhol, francês, inglês, italiano e russo.

Ana Cristina Cesar também é carioca. Nasceu em 1952 e suicidou-se em 1983, na sua cidade natal. Filha de uma família culta, antes mesmo de se alfabetizar, já ditava seus poemas para a mãe. É apontada como um dos principais expoentes da geração mimeógrafo, também conhecida como poesia marginal, que explodiu nos anos 70.

Em 1969 Ana Cristina viajou à Inglaterra e viveu um período em Londres, onde passou a conviver com a literatura em língua inglesa. Além da poesia, também se notabilizou como tradutora.

Voltar  

Agenda Cultural

Veja Mais

Últimas Notícias

Mais Notícias

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:

  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet