MOSTRA TIRADENTES

35 mil pessoas acompanharam o evento



O documentário Dossiê Jango, premiado na Mostra

A produção cinematográfica realizada fora do eixo Rio-São Paulo foi o tema da Mostra de Tiradentes, um dos mais charmosos eventos do cinema brasileiro, que cresce a cada ano. Ela se configura como a abertura do calendário anual da sétima arte tupiniquim e foi finalizada há 3 dias.

Foram nove dias de muito cinema na histórica cidade mineira até que esta 16ª edição chegasse ao fim, com a estimativa de que um público de 35 mil pessoas circulasse pelos eventos do Festival. O filme “Os Dias Com Ele”, de Maria Clara Escobar, foi o principal vencedor da disputa, faturando os prêmios da crítica e do júri jovem.

O fantasma da Ditadura Militar que castigou o Brasil durante muitos anos ainda repercute. É esse o pano de fundo do filme da diretora Maria Clara, que investigou a vida do próprio pai, o filósofo e dramaturgo Carlos Henrique Escobar, que foi preso em 1973 e torturado, ao ponto de perder a audição.

A cineasta fez um mergulho no passado em busca de fatos e depoimentos que retratassem aquele difíceis anos para a liberdade no Brasil. Seu próprio pai, inclusive, com quem ela pouco conviveu, não falava mais sobre o assunto após vivenciar a fatídica experiência.

Mas, não só este filme ganhador principal, como pelo menos outros três títulos da Mostra, também remetem a esses anos de chumbo. Entre eles, mais um ganhador, “Dossiê Jango”, documentário de Paulo Henrique Fontenelle, que ficou com a premiação do júri popular. O filme coloca na berlinda o episódio da morte de João Goulart, ex-presidente brasileiro, que foi exilado depois do golpe de 1964.

Entre os curtas-metragens, destaque para os cineastas Gabriel Martins e Victor Furtado, vencedores do prêmio da crítica com “Meu Amigo Mineiro”, produzido pelo coletivo cearense Alumbramento, e o pernambucano Gabriel Mascaro que levou os prêmios do júri popular e do Canal Brasil com “A Onda Traz, O Vento Leva”.
.

RELAÇÃO DOS PREMIADOS


Melhor Longa-Metragem - Mostra Aurora, Júri da Crítica
Os Dias Com Ele, de Maria Clara Escobar
Menção Honrosa - Júri da Crítica
Linz – Quando Todos os Acidentes Acontecem, de Alexandre Veras.
Melhor Longa-Metragem - Júri Popular
Dossiê Jango, de Paulo Henrique Fontenelle
Melhor Longa-Metragem - Júri Jovem
Os Dias Com Ele, de Maria Clara Escobar
Menção Honrosa - Júri Jovem
Matéria de Composição, de Pedro Aspahan
Melhor Curta-Metragem - Mostra Foco
Meu Amigo Mineiro, de Gabriel Martins e Victor Furtado
Melhor Curta-Metragem - Júri Popular
A Onda Traz, o Vento Leva, de Gabriel Mascaro
Prêmio Aquisição do Canal Brasil
A Onda Traz, o Vento Leva, de Gabriel Mascaro


Voltar  

Agenda Cultural

Veja Mais

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:

  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet