CINECLUBISMO

Na quarta (13h30), na quinta (19h)



sr

O cantor e compositor Sérgio Ricardo em "Uma Noite em 67". Botando pra quebrar, literalmente

Mais quatro documentários têm exibição nesta semana na UFMT, através da iniciativa do Cineclube Coxiponés que está desenvolvendo em junho dois ciclos: "Cinema Contemporâneo Brasileiro: Canções", com curadoria de Luzo Reis; e "#Ruanabatalha", que tem Carol Damasceno como curadora. Não paga nada pra assistir.

Na quarta-feira (14) tem a Sessão Mochilão, às 13h30, no Cineclube Coxiponés. Com um nome desse, e também pelo horário em que rola, dá até pra desconfiar que é possível dar uma "morgadinha" durante o filme. Roncar, porém, está fora de cogitação.

Em cartaz nesta sessão "Uma Noite em 67" (Renato Terra e Ricardo Calil, 2010, Documentário, 85 min). A produção nos transporta a 50 anos passados, recordando uma agitada final do Festival da Record, evento que mudou os rumos da música popular brasileira.

No teatro: aplausos, vaias, um violão quebrado, guitarras estridentes. No palco: os jovens Chico Buarque, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Roberto Carlos, Edu Lobo e Sérgio Ricardo. As músicas: Roda Viva, Ponteio, Alegria, Alegria, Domingo no Parque. E só um deles sairia vencedor.

Quinta-feira

doc

"Quem tem medo de arte contemporânea"... um doc pra dar uma desbaratinada, ou não

Na quinta (15) a sessão começa às 19h e tem vez no Centro Cultural da UFMT. Três documentários de 20 e poucos minutos cada estão programados na Sessão Coxiponés.

Abre com "Quem tem medo de arte contemporânea" (Cecília Araújo, Isabela Cribari, 2005, Documentário, 26 min.). Uma coletânea de depoimentos de artistas, críticos, curadores, público da arte; com o intuito de expressar a complexidade da arte contemporânea e o desnorteamento gerado pela própria contemporaneidade.

"Museu em movimento" (Documentário, 26 min) é exibido em seguida enfocando os desafios dos museus de Arte Contemporânea. E fica a pergunta: diante do sucesso de galerias e exposições temporárias, qual é o papel do museu?

 "Arte Conceitual" (Documentário, 24 min) fecha a programação. A arte conceptual ou arte conceitual começou na década de 1960 e adentrou nos anos setenta. Este movimento artístico abriu mão do formalismo  e dos objetos para se concentrar em ideias e conceitos. (*com assessoria)


Voltar  

Agenda Cultural

Veja Mais

Últimas Notícias

Mais Notícias

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:

  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet