CULTURA/MT

Um balanço da atuação



le

"Lutamos o bom combate e enfrentamos as dificuldades com dignidade e altivez. Foi um grande aprendizado" (Leandro Carvalho)

Despeço-me do cargo de Secretário de Estado de Cultura de Mato Grosso, posição que ocupei nos últimos três anos com muito orgulho, agradecendo ao Governador Pedro Taques pela oportunidade e confiança em mim depositada. 

Aceitei o convite do Governador para assumir este grande desafio movido pela certeza de que é possível construirmos um Estado melhor trabalhando com seriedade e lisura.

Quando o Governador me fez o convite propunha (e continua propondo) uma profunda e corajosa transformação com a qual eu não poderia deixar de colaborar. Sabíamos que o desafio seria grande, mas jamais poderíamos imaginar o que nos aguardava. Atravessamos a pior e mais dura crise econômica de todos os tempos. Crise política, ética e moral. Impeachment. 

Lutamos o bom combate e enfrentamos as dificuldades com dignidade e altivez. Foi um grande aprendizado.

A SEC é hoje uma nova instituição, completamente reformulada, com um novo modelo de gestão e legislação. Recebemos apoio incondicional do Governador para levar este trabalho adiante, e também para ousar, arriscar e sonhar.

Conseguimos reverter a fusão da Cultura com o Esporte e Lazer e nos dedicamos a construir políticas de Estado e não de governo de turno.

Esta mudança começou em janeiro de 2015, com a reconstrução da instituição, nova sede (em abril), novo modelo de gestão, nova legislação (CPF da Cultura), recomposição dos quadros e valorização dos servidores de carreira.

Seguimos com programas e projetos finalísticos, implementados com impessoalidade e transparência, focando na interiorização e democratização do acesso, com destaque para o Vem pra Arena, MT Escola de Teatro, Programa de Desenvolvimento da Economia Criativa, Circula MT, Prêmio Mato Grosso de Literatura, Prêmio Territórios e Tradições, Mapas MT, Circuito de Festivais de Teatro, Festival Mato-Grossense de Quadrilhas e outros investimentos sólidos em Cultura Popular e Tradicional, especialmente dos povos indígenas que representam uma extraordinária riqueza cultural.

le

Leandro (esquerda) deixa pasta, que será ocupada por Kléber Lima (direita)

Firmamos importantes parcerias para a realização de grandes exposições como a Bienal de São Paulo e Santos Dumont, reabertura do Cine Teatro, inauguramos novos equipamentos culturais, criamos o Programa de Desenvolvimento do Audiovisual, iniciamos a implantação do Sistema Estadual de Museus, ampliamos e fortalecemos o Sistema Estadual de Bibliotecas, reformamos o Palácio da Instrução e modernizamos a Biblioteca Estevão de Mendonça, criamos uma nova rede de Pontos de Cultura, e tantas outras ações que trouxeram amplo reconhecimento nacional e internacional.

Para 2018, estão em fase de contratação as associações parceiras que irão gerir os museus a partir de novos parâmetros de funcionamento e ampliação dos investimentos, e também o lançamento das licitações para as reformas da antiga faculdade de direito para receber a Biblioteca Estevão de Mendonça, e do Grande Hotel, para se tornar o Centro de Referência da Economia Criativa, este último já com contrato assinado para apoio financeiro do BNDES.

Agradeço aos colegas secretários, os atuais e os que passaram pelo posto, pelo apoio no trabalho da Secretaria.

Agradeço a todos os servidores da SEC, minha aguerrida equipe de trabalho, pelo comprometimento, e por não medirem esforços no cumprimento dos nossos objetivos.

Por fim, agradeço imensamente meus pais, minha esposa Lúcia e meu filho Heitor pelo apoio e compreensão pelas longas e frequentes ausências, sem os quais não teria sido possível vencer esse desafio.

A partir de agora, irei me dedicar ao Chevening / Clore Leadership Programme no Reino Unido, com foco nas Indústrias Criativas. Tive o privilégio de ser selecionado para um dos mais importantes e competitivos programas de formação de lideranças do mundo, financiado pelo Foreign and Commonwealth Office (FCO) do Reino Unido e Clore Duffield Foundation. Foram mais de 65 mil pessoas concorrentes, de 140 países, para menos de 2% de selecionados.

Também continuarei me dedicando à direção artística da Orquestra do Estado de Mato Grosso, especialmente na construção da Temporada 2018 e no lançamento do disco “Terra de Sonhos” com Renato Teixeira, dentre outros projetos artísticos.

Despeço-me com a certeza de dever cumprido e com a convicção renovada que podemos transformar o Brasil em um país mais justo e desenvolvido. 


Voltar  

Agenda Cultural

  • Em Cartaz:
  • 9º Encontro Indígena
  • Dia: 17 de abril
  • Local: Museu de História Natural - Casa Dom Aquino
  • Informações: 3634 4858
Veja Mais

Últimas Notícias

Mais Notícias

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:

  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet