POESIA

Dante Milano

Música surda*

 

Como num louco mar, tudo naufraga.
A luz do mundo é como a de um farol
Na névoa. E a vida assim é coisa vaga.

O tempo se desfaz em cinza fria,
E da ampulheta milenar do sol
Escorre em poeira a luz de mais um dia.

Cego, surdo, mortal encantamento.
A luz do mundo é como a de um farol...
Oh, paisagem do imenso esquecimento.

 

*Reproduzido de http://www.algumapoesia.com.br

 

 

Dante Milano (1899-1991), poeta brasileiro

 


Voltar  

Confira também nesta seção:
22.05.18 18h00 » Dante Milano
20.05.18 17h41 » Itamar Assumpção
18.05.18 17h34 » Dick Marques
16.05.18 18h00 » Haydar Ergulen
14.05.18 18h00 » Reiner Kunze
12.05.18 18h00 » Maria Balé
10.05.18 18h00 » Rui Knopfli
08.05.18 18h00 » Moisés Carlos Amorim
06.05.18 18h00 » Claudio Daniel
04.05.18 18h00 » Janete Manacá
02.05.18 18h00 » Caê Guimarães
30.04.18 18h00 » Mário Cesariny
28.04.18 18h00 » Gonzalo Rojas
26.04.18 18h00 » Myriam Fraga
24.04.18 17h56 » Mariana Botelho
22.04.18 18h00 » João Ricardo Scortecci de Paula
20.04.18 17h20 » Kabir
18.04.18 18h40 » Kobayashi Issa
16.04.18 18h30 » Giorgio Caproni
14.04.18 18h00 » Natalino Ferreira Mendes

Agenda Cultural

  • Em Cartaz:
  • Show com Rogê Além
  • Dia: 24 de maio
  • Local: Observatório N Music Bar - VG
  • Informações: no link
Veja Mais

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:

  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet