POESIA

Jennifer Franklin

 

Gostaria que o meu amor morresse*

     a partir de Beckett

 

Gostaria que o meu amor morresse
Ou pelo menos que eu não te amasse

 

Tanto. Se eu pudesse levar meu coração
Até ao inverno, eu não poderia fazer isso

 

Por mais ninguém. Se você não sorrisse
Ao dormir, ou não tocasse meu rosto

 

Com ternura, eu poderia ter ido embora
Desde quando você partiu através

 

Das portas do meu coração camuflado
Sem olhar para trás. Eu gostaria de não amá-la

 

Tanto. Gostaria que o meu amor morresse
Então eu não teria que matar tudo o que há

 

Em torno de mim. Então eu não teria de ser
A caçadora que me tornei. Mas você

 

Não vai me liberar do seu abraço poderoso.
Você me faz permanecer a seu lado com o seu

 

Braço delicado em meu pescoço. Ele não parece
Forte nem para pegar um animal pequeno, mas ele é.

 

*Poema reproduzido de https://escamandro.wordpress.com/, tradução de Lucio Carvalho

Jennifer Franklin, poeta dos Estados Unidos

 


Voltar  

Confira também nesta seção:
22.03.19 20h00 » Leo Barth
20.03.19 18h00 » Altair Leal
18.03.19 14h00 » Quinita Ribeiro Sampaio
15.03.19 21h00 » Ramon Carlos
13.03.19 18h00 » Cássia Janeiro
11.03.19 12h00 » Edson Flávio Santos
08.03.19 20h00 » Andri Carvão
06.03.19 18h00 » Ivo Andric
04.03.19 09h00 » Líria Porto
01.03.19 20h00 » Ricardo Escudeiro
27.02.19 18h00 » Lars Gustafsson
25.02.19 13h00 » Luís Quintais
22.02.19 20h00 » John Clare
20.02.19 17h30 » Laís Corrêa de Araújo
18.02.19 14h30 » Luís Pimentel
15.02.19 19h00 » Thomas Moore
13.02.19 16h40 » Esteban Moore
11.02.19 13h00 » Andreas Embirikos
08.02.19 20h00 » Timur Bék
06.02.19 18h00 » Reinaldo Ferreira

Agenda Cultural

Veja Mais

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:

  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet