POESIA

Jennifer Franklin

 

Gostaria que o meu amor morresse*

     a partir de Beckett

 

Gostaria que o meu amor morresse
Ou pelo menos que eu não te amasse

 

Tanto. Se eu pudesse levar meu coração
Até ao inverno, eu não poderia fazer isso

 

Por mais ninguém. Se você não sorrisse
Ao dormir, ou não tocasse meu rosto

 

Com ternura, eu poderia ter ido embora
Desde quando você partiu através

 

Das portas do meu coração camuflado
Sem olhar para trás. Eu gostaria de não amá-la

 

Tanto. Gostaria que o meu amor morresse
Então eu não teria que matar tudo o que há

 

Em torno de mim. Então eu não teria de ser
A caçadora que me tornei. Mas você

 

Não vai me liberar do seu abraço poderoso.
Você me faz permanecer a seu lado com o seu

 

Braço delicado em meu pescoço. Ele não parece
Forte nem para pegar um animal pequeno, mas ele é.

 

*Poema reproduzido de https://escamandro.wordpress.com/, tradução de Lucio Carvalho

Jennifer Franklin, poeta dos Estados Unidos

 


Voltar  

Confira também nesta seção:
12.11.18 16h00 » Karin Boye
09.11.18 19h00 » Marcelino dos Santos
07.11.18 18h00 » Albert Ehrenstein
05.11.18 16h00 » Halina Poswiatowska
02.11.18 18h00 » Cintio Vitier
31.10.18 17h44 » Adri Aleixo
29.10.18 17h00 » Francis Ponge
26.10.18 19h00 » Fernando José Karl
24.10.18 18h00 » Nicodemos Sena
22.10.18 17h00 » Charles Simic
19.10.18 18h46 » Mario Angel Quintero
17.10.18 18h00 » Geruza Zelnys
15.10.18 17h00 » Filipa Leal
12.10.18 18h39 » Javier Ávila
10.10.18 17h00 » Nelly Sachs
08.10.18 17h00 » Rosana Chrispim
05.10.18 17h00 » António Ramos Rosa
03.10.18 17h00 » Eileen Myles
01.10.18 17h30 » Adelaide Ivánova
28.09.18 17h00 » Cristina Campo

Agenda Cultural

Veja Mais

Últimas Notícias

Mais Notícias

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:

  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet