POESIA

Cintio Vitier

Compromisso* 

 

Engajado? Até O fundo, nupcialmente!
Desejo: o real que se ilumina!
Se não se rompe o futuro não há presente.
Se não me interessa o mineiro, por que a mina?

 

Militante? Sem dúvida, linha de frente
ao coração a aurora me domina!
Amargo, como o mar, abertamente
me entrego à peleja cristalina!

 

Dedico-a à luz, dou-a ao vento.
Nada me pertence, nem um instante
que não seja de todos pensamento.

 

A justiça é meu ser clamante,
o que não alcanço nunca. Apaixonado
resisto até a morte, sigo adiante!

 

*Reproduzido de http://www.antoniomiranda.com.br , com tradução de Alai Garcia Diniz e Luizete Guimarães Barros

 

Cintio Vitier (1921-2009), poeta de Cuba


Voltar  

Confira também nesta seção:
19.11.18 11h00 » Elias José
16.11.18 19h00 » Lou Viana
14.11.18 18h00 » André Ladeia
12.11.18 16h00 » Karin Boye
09.11.18 19h00 » Marcelino dos Santos
07.11.18 18h00 » Albert Ehrenstein
05.11.18 16h00 » Halina Poswiatowska
02.11.18 18h00 » Cintio Vitier
31.10.18 17h44 » Adri Aleixo
29.10.18 17h00 » Francis Ponge
26.10.18 19h00 » Fernando José Karl
24.10.18 18h00 » Nicodemos Sena
22.10.18 17h00 » Charles Simic
19.10.18 18h46 » Mario Angel Quintero
17.10.18 18h00 » Geruza Zelnys
15.10.18 17h00 » Filipa Leal
12.10.18 18h39 » Javier Ávila
10.10.18 17h00 » Nelly Sachs
08.10.18 17h00 » Rosana Chrispim
05.10.18 17h00 » António Ramos Rosa

Agenda Cultural

Veja Mais

Últimas Notícias

Mais Notícias

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:

  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet