POESIA

José Amâncio

Obras completas*

 

É muita humildade, senhor escritor
resumir toda uma vida à meia dúzia
de pequenos livros publicados
em editoras obscuras, senhor 
E teus panos que ficaram no varal?
E as contas de água acumuladas?
E o paletó puído, quando saías às entrevistas?
E as latinhas de alumínio amontoadas
E o porquinho cheio de moedas pequenas
para tentar comprar as obras completas de
Paul Verlaine, George Eliot e Lêdo Ivo?
E a revista obscura que publicara alguns sonetos?
E as aulas que faltaras para escrever?
E os descontos nas folhas de pagamento?
E o parco pão que racionavas todo dia?
Por que não te envaideces nestas coisas?

 

*Poema enviado pelo autor

 

José Amâncio, poeta brasileiro


Voltar  

Confira também nesta seção:
24.04.19 19h00 » Marcelo Ariel
22.04.19 00h10 » Adailton Medeiros
19.04.19 19h30 » Edival Lourenço
17.04.19 18h30 » Júlia Lopes de Almeida
15.04.19 13h00 » Darcy França Denófrio
12.04.19 20h30 » Alessio Brandolini
10.04.19 14h00 » Lucas Lemos
08.04.19 01h50 » Nuno Gonçalves
05.04.19 20h00 » Flora Figueiredo
03.04.19 19h30 » Luíza Mendes Furia
01.04.19 12h00 » Dániel Levente Pál
29.03.19 20h30 » Viviane Mosé
27.03.19 17h00 » António Vilhena
25.03.19 12h00 » Anne Carson
22.03.19 20h00 » Leo Barth
20.03.19 18h00 » Altair Leal
18.03.19 14h00 » Quinita Ribeiro Sampaio
15.03.19 21h00 » Ramon Carlos
13.03.19 18h00 » Cássia Janeiro
11.03.19 12h00 » Edson Flávio Santos

Agenda Cultural

Veja Mais

Últimas Notícias

Mais Notícias

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:

  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet