POESIA

Lucas Lemos

Quimeras radiotivas*

 

O que é a nossa luz colorida
Senão uma quimera?
Vida, larga
Entupida

O que é essa cor
Senão reflexões infinitas?
Vida, lago
Profundo

Eu que em éter
Me acertei
Em cheio resplandeci
Fecundado, embebido espírito respirado

Eu que entorpeci
O cheiro da minha terra aguada
Quando desci chuva naquele chão
Quando, agora, liquidez, desilusão explodida.

 

*Poema enviado pelo autor

Lucas Lemos, poeta brasileiro


Voltar  

Confira também nesta seção:
22.04.19 00h10 » Adailton Medeiros
19.04.19 19h30 » Edival Lourenço
17.04.19 18h30 » Júlia Lopes de Almeida
15.04.19 13h00 » Darcy França Denófrio
12.04.19 20h30 » Alessio Brandolini
10.04.19 14h00 » Lucas Lemos
08.04.19 01h50 » Nuno Gonçalves
05.04.19 20h00 » Flora Figueiredo
03.04.19 19h30 » Luíza Mendes Furia
01.04.19 12h00 » Dániel Levente Pál
29.03.19 20h30 » Viviane Mosé
27.03.19 17h00 » António Vilhena
25.03.19 12h00 » Anne Carson
22.03.19 20h00 » Leo Barth
20.03.19 18h00 » Altair Leal
18.03.19 14h00 » Quinita Ribeiro Sampaio
15.03.19 21h00 » Ramon Carlos
13.03.19 18h00 » Cássia Janeiro
11.03.19 12h00 » Edson Flávio Santos
08.03.19 20h00 » Andri Carvão

Agenda Cultural

Veja Mais

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:

  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet