VERSO

Henry David Thoreau

O atraso do poeta*

Em vão, vejo a manhã melhorar,
Em vão eu assisto o oeste brilhar,
Que olha ociosamente para outros céus,
Imaginando a vida de outras maneiras

Em meio a tanta riqueza sem limites,
Ainda assim, estou sozinho e pobre por dentro,
Os pássaros cantaram seu verão,
mas a minha primavera não começa.

Eu tenho que esperar pelo vento do outono,
obrigado a buscar um dia mais tranquilo,
E não deixar ninhos estranhos para trás,
Não há florestas ainda ressoando no meu verso?

 

*Reproduzido de https://recantodopoeta.com/

thoreau

O estadunidense Henry David Thoreau (1817-1862) foi poeta, naturalista, ativista anti-impostos, crítico da ideia de desenvolvimento, pesquisador, historiador, filósofo e transcendentalista. Antecipou métodos e preocupações da ecologia e do ambientalismo e também foi um ferrenho abolicionista. Influenciou nomes como Tolstói, Gandhi e Martin Luther King


Voltar  

Confira também nesta seção:
18.01.21 16h57 » Yin Lichuan
11.01.21 21h00 » Djalma Passos
04.01.21 22h00 » Manoel Mourivaldo Santiago-Almeida
28.12.20 21h37 » Três poemas evocando a passagem de ano
28.12.20 21h37 » Madson Costa
22.12.20 19h51 » Thiago da Costa Pereira
15.12.20 21h00 » Luiz Alberto Schwab de Mello
08.12.20 18h00 » Bruno Brum
01.12.20 19h18 » Cezário Pereira da Costa
24.11.20 19h00 » Meire Pedroso
17.11.20 17h21 » Marin Sorescu
10.11.20 20h00 » Hagar Peeters
03.11.20 16h30 » Gary Snyder
27.10.20 19h00 » Pádua Fernandes
20.10.20 19h00 » Catarina Lins
13.10.20 19h00 » Akiko Yosano
06.10.20 19h00 » Graça Pires
29.09.20 19h00 » Warsan Shire
22.09.20 21h00 » Wladimir Cazé
15.09.20 21h00 » Ernesto Manuel de Melo e Castro

Agenda Cultural

Veja Mais

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:

  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet