POESIA

Sérgio Sampaio

Eu quero é botar meu bloco na rua

Há quem diga que eu dormi de touca
Que eu perdi a boca, que eu fugi da briga
Que eu caí do galho e que não vi saída
Que eu morri de medo quando o pau quebrou

Há quem diga que eu não sei de nada
Que eu não sou de nada e não peço desculpas
Que eu não tenho culpa, mas que eu dei bobeira
E que Durango Kid quase me pegou

Eu quero é botar meu bloco na rua
Brincar, botar pra gemer
Eu quero é botar meu bloco na rua
Gingar pra dar e vender

Eu, por mim, queria isso e aquilo
Um quilo mais daquilo, um grilo menos nisso
É disso que eu preciso ou não é nada disso
Eu quero todo mundo nesse carnaval...

Eu quero é botar meu bloco na rua
Brincar, botar pra gemer
Eu quero é botar meu bloco na rua
Gingar pra dar e vender

Sérgio Sampaio (1947-1994), poeta brasileiro

ss

Sérgio Sampaio (1947-1994) nasceu em Cachoeiro do Itapemirim (ES) foi cantor e compositor (poeta) que percorreu diversos estilos musicais. Em suas letras estão presentes a paisagem urbana contemporânea, com expressivo caráter autobiográfico. O poema (musicado) que reproduzimos foi publicado, originalmente, em 28 de fevereiro. O terceiro mais acessado ao longo de 2017


Voltar  
2 Comentário(s).
Valeu Guapo. Você sempre apresenta boas informações acrescentando às matérias. "Sossego feroz da ditadura militar" é bastante curioso. Aquele abraço
enviada por: lorenzo    Data: 28/12/2017 19:07:20
Sergio Sampaio fez esse poema musicado para o Festival Internacional da Canção no Rio de Janeiro em 1972 e, foi uma das músicas classificadas na fase nacional, ao lado de Nó na Cana, Fio Maravilha de Jorge Ben. Ele foi representante da voz da juventude que vivia o sossego feroz da Ditadura Militar.
enviada por: Milton Guapo    Data: 28/12/2017 08:08:56

Confira também nesta seção:
19.06.18 18h00 » Rolando Toro
17.06.18 18h00 » Gyula Illyés
15.06.18 17h53 » Guapo
13.06.18 18h00 » Aglaja Veteranyi
11.06.18 18h00 » Prisca Agustoni
09.06.18 17h59 » Miguel Martins
07.06.18 18h00 » Tove Jansson
05.06.18 17h17 » José Araújo
03.06.18 18h00 » Ataol Behramoglu
01.06.18 17h20 » João Apolinário
30.05.18 18h00 » Luis Cernuda
28.05.18 17h45 » Novalis
26.05.18 17h56 » Corsino Fortes
24.05.18 17h45 » Amauri Lobo
22.05.18 18h00 » Dante Milano
20.05.18 17h41 » Itamar Assumpção
18.05.18 17h34 » Dick Marques
16.05.18 18h00 » Haydar Ergulen
14.05.18 18h00 » Reiner Kunze
12.05.18 18h00 » Maria Balé

Agenda Cultural

Veja Mais

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:

  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet