POESIA

Paulo Scott

a hora mais perigosa

me angustiam as predileções de Cláudia,
passear entre sombras do parque pouco antes do anoitecer

ele virá, Cláudia diz enquanto me puxa através dos
arbustos, ele as tomará com jeito, e elas serão dele

aprenda, estúpido, aprenda com o senhor escuridão,
Cláudia elucubra e me deixa ali sentado

me seguro até que para de uma vez, imagino quando
ela me pariu, só então me ponho a chorar


Paulo Scott, poeta brasileiro

scott

O gaúcho Paulo Scott é escritor e poeta e o poema aqui reproduzido, publicado originalmente no dia 10 de março, foi o mais lido do Tyrannus, no espaço dedicado à poesia, ao longo de 2017. A literatura de Scott - que já lhe conferiu vários prêmios de destaque, está longe de ser algo que nada acrescenta. Fico feliz que sua tenha sido amplamente deglutida pelos internautas deste site


Voltar  

Confira também nesta seção:
18.01.18 18h00 » Antonio Oliveira
16.01.18 17h45 » Dílson Lages Monteiro
14.01.18 17h56 » Cid Corman
12.01.18 17h25 » Leila Míccolis
10.01.18 18h46 » Hilde Domin
08.01.18 17h14 » Artur da Távola
06.01.18 18h28 » Fazil Hüsnü Daglarca
04.01.18 18h52 » José Gorostiza
02.01.18 18h41 » Yona Wallach
31.12.17 18h00 » Paulo Scott
29.12.17 19h00 » Ralph Waldo Emerson
27.12.17 18h55 » Sérgio Sampaio
25.12.17 19h00 » Helena W. S.
23.12.17 19h00 » J. Emílio-Nelson
21.12.17 19h00 » Álvaro Pacheco
19.12.17 19h00 » Mazisi Kunene
17.12.17 18h54 » Rupi Kaur
15.12.17 19h00 » Nicanor Parra
13.12.17 19h00 » Anne Ellen
11.12.17 17h49 » Ismar Tirelli Neto

Agenda Cultural

Veja Mais

Últimas Notícias

Mais Notícias

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:

  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet