POESIA

Vimala Devi

Não me fales com essa tua voz*

Não me fales com essa tua voz de silêncio
De torturar os mortos,
Tu que escalaste a montanha inacessível
Da minha alma...

Porque não choras, não gritas,
E olhas com esse teu rosto azul
A lua do teu coval
Como um esqueleto descarnado de ideais,
Se és testemunha e não vítima
Desta humanidade incolor?
Porque não ergues o estandarte triunfal
Dos "excluídos para sempre"?

Oh, não me fales da putrefação,
Nem da extinção da tua existência impoluta,
Se não me prometeres que vais ser o Sol Verde
Tingindo os Outonos de cabelos amarelos!


*Reproduzido de http://umpoucodepoesia-msframos.blogspot.com.br

Vimala Devi, poeta de Portugal


Voltar  

Confira também nesta seção:
21.11.17 18h30 » Maria Tereza Horta
19.11.17 18h00 » José Laurenio de Melo
17.11.17 17h56 » Lu Menezes
15.11.17 18h35 » Ricardo Aleixo
13.11.17 18h30 » Nicolai Zabolótzki
11.11.17 19h00 » Kányádi Sándor
09.11.17 19h30 » Célia Musilli
07.11.17 18h48 » Ana Beise
05.11.17 19h00 » Leo Cunha
03.11.17 19h00 » Roge Weslen
01.11.17 19h00 » Marcelo da Veiga
30.10.17 18h56 » Wender Souza
28.10.17 18h47 » Divanize Carbonieri
26.10.17 18h48 » Edra Moraes
24.10.17 20h45 » Linda Maria Baros
22.10.17 18h00 » Victor Heringer
20.10.17 17h00 » Tahar Ben Jelloun
18.10.17 19h00 » Jorge Tufic
16.10.17 18h23 » Carlito Azevedo
14.10.17 19h00 » Ana Paula Tavares

Agenda Cultural

Veja Mais

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:

  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet