POESIA

Milton Nascimento

Pai grande

Meu pai grande
Inda me lembro
E que saudade de você
Dizendo: eu já criei seu pai
Hoje vou criar você
Inda tenho muita vida pra viver

Meu pai grande
Quisera eu ter raça pra contar
A história dos guerreiros
Trazidos lá do longe
Trazidos lá do longe
Sem sua paz

De minha saudade vem você contar
De onde eu vim
É bom lembrar
Todo homem de verdade
Era forte e sem maldade
Podia amar
Podia ver

Todo filho seu
Seguindo os passos
E um cantinho pra morrer
Pra onde eu vim
Não vou chorar
Já não quero ir mais embora

Minha gente é essa agora
Se estou aqui
Eu trouxe de lá
Um amor tão longe de mentiras
Quero a quem quiser me amar


Milton Nascimento, poeta brasileiro


Voltar  

Confira também nesta seção:
15.12.17 19h00 » Nicanor Parra
13.12.17 19h00 » Anne Ellen
11.12.17 17h49 » Ismar Tirelli Neto
09.12.17 18h00 » Julio Bepré
07.12.17 20h00 » Sandro Penna
05.12.17 19h00 » Paulo Augusto
03.12.17 18h00 » Álvaro Mutis
01.12.17 18h45 » Nikola Vaptsarov
29.11.17 19h00 » Émile Verhaeren
27.11.17 19h00 » Marina Mara
25.11.17 19h00 » Miró da Muribeca
23.11.17 18h27 » Reiner Kunze
21.11.17 18h30 » Maria Tereza Horta
19.11.17 18h00 » José Laurenio de Melo
17.11.17 17h56 » Lu Menezes
15.11.17 18h35 » Ricardo Aleixo
13.11.17 18h30 » Nicolai Zabolótzki
11.11.17 19h00 » Kányádi Sándor
09.11.17 19h30 » Célia Musilli
07.11.17 18h48 » Ana Beise

Agenda Cultural

Veja Mais

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:

  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet