POESIA

Carlito Azevedo

Vaca negra sobre fundo rosa

 

Até os cinco anos de idade jamais havia visto um trem de carga;

e até os oito jamais um meteorologista.

...........A garota com sombrinha chinesa

foi um dia a minha garota com sombrinha chinesa, e a este

que brinca na areia da praia chamamos nosso filho, pois

é o que é, como a bola azul em suas mãos é a bola azul

em suas mãos e o verão é outra bola azul em suas mãos.

As coisas são o que são e sei que antes de precisar

outra vez barbear-me já terão voltado para o frio

de seu novo país. E talvez em meus sonhos

voltem a fazer falta as três dimensões

desse mundo espesso, sublunar, como

uma vaca negra sobre fundo rosa.

 

 

*Reproduzido de http://revistamododeusar.blogspot.com.br

 

Carlito Azevedo, poeta brasileiro


Voltar  

Confira também nesta seção:
21.11.17 18h30 » Maria Tereza Horta
19.11.17 18h00 » José Laurenio de Melo
17.11.17 17h56 » Lu Menezes
15.11.17 18h35 » Ricardo Aleixo
13.11.17 18h30 » Nicolai Zabolótzki
11.11.17 19h00 » Kányádi Sándor
09.11.17 19h30 » Célia Musilli
07.11.17 18h48 » Ana Beise
05.11.17 19h00 » Leo Cunha
03.11.17 19h00 » Roge Weslen
01.11.17 19h00 » Marcelo da Veiga
30.10.17 18h56 » Wender Souza
28.10.17 18h47 » Divanize Carbonieri
26.10.17 18h48 » Edra Moraes
24.10.17 20h45 » Linda Maria Baros
22.10.17 18h00 » Victor Heringer
20.10.17 17h00 » Tahar Ben Jelloun
18.10.17 19h00 » Jorge Tufic
16.10.17 18h23 » Carlito Azevedo
14.10.17 19h00 » Ana Paula Tavares

Agenda Cultural

Veja Mais

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:

  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet