SELEÇÃO DE FRASES

De grande poeta dos EUA



 

“Eu sou contraditório, eu sou imenso. Há multidões dentro de mim."

“Escuta, não dou lições nem esmolas, quando eu me dou, é por inteiro.”

“O futuro não é mais incerto que o presente.”

“Seja curioso, não julgador.”

“O homem não foi criado para permanecer encerrado entre quatro paredes, mas sim para locomover-se e viver no quadro imenso e insondável da natureza, sua mãe.”

“Se há alguma coisa sagrada é o corpo humano.”

“A afeição ainda resolverá os problemas da Liberdade; Aqueles que se amam tornar-se-ão invencíveis.”

“Estávamos juntos. Esqueci o resto do mundo.”

“Eu celebro eu mesmo, por que cada átomo pertencente a mim pertence a você.”

“Para existir grandes poetas, devem existir grandes espectadores também.”

“Existo como sou, isso é o que basta.”

“A fé é o antisséptico da alma.”

“A vida é o pouco que nos sobra da morte.”

“Aprendi que é suficiente estar com aqueles de quem gosto.”

“Quanto a mim, o melhor governo é o que deixa as pessoas mais tempo em paz.”

whitman

Walt Whitman (1819-1892) foi um poeta, ensaísta e jornalista norte-americano. É considerado um dos maiores poetas dos Estados Unidos, cuja voz era a serviço da democracia. Sua obra "Folhas de Relva" é considerada um marco na literatura universal e ele trabalhou nela praticamente a sua vida inteira. Com seus versos, Whitman elevou a condição do homem moderno, celebrando a natureza humana e a vida em geral em termos pouco convencionais. Os últimos anos de vida de Whitman foram marcados pela pobreza, atenuada apenas pela ajuda de amigos e admiradores americanos e europeus. Na reta final da sua vida ficou conhecido como "Velhor Grisalho", por causa das fotos feitas nesse período quando ostentava cabelos e barbas brancos

 


Voltar  

Confira também nesta seção:
21.01.22 18h03 » Faz escuro, mas eu canto
17.01.22 20h11 » Testemunha tranquila*
17.01.22 20h11 » Com Pedro Casaldáliga
14.01.22 00h10 » Escolhendo a profissão*
10.01.22 20h00 » Nunca mais
10.01.22 20h00 » O avesso da pele*
10.01.22 20h00 » O peso da mão!
28.12.21 20h20 » Frases e versos*
28.12.21 20h19 » Crônica de ano novo*
21.12.21 18h19 » Mente ou Pedra
21.12.21 18h10 » Supercerrado*
16.12.21 19h00 » A folia sempre alcança
13.12.21 17h34 » Quando mordi minha língua*
13.12.21 17h34 » O castelo de Kafka*
06.12.21 19h00 » "Dordóio"
06.12.21 19h00 » A mulher automática*
29.11.21 20h00 » Contos dos bosques de Curitiba*
29.11.21 20h00 » De um livro a outro: corte e costura
22.11.21 18h36 » Entrevistas sobre uma obra prima
22.11.21 18h36 » Filósofo francês revolucionário

Agenda Cultural

Veja Mais

Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter:

  • Nome:

  • Email:


  • assinar

  • cancelar


Copyright © 2012 Tyrannus Melancholicus - Todos os direitos reservadosTrinix Internet