Sexta, 05 de março de 2021, 19h35
SUMAC RECORDS
Sessions Festival tem segunda temporada

Lidiane Barros*

andré zambonini

sumac

Músicos do Terra durante uma gravação do projeto

Neste domingo (7), às 12h ( MT), começa o SUMAC Sessions – 2ª temporada. O evento será transmitido no canal da SUMAC Records no YouTube durante oito domingos seguidos e dará à 26 músicos a oportunidade de apresentarem seus trabalhos autorais. Para democratizar o acesso, as transmissões terão tradução em libras.

As estrelas desse show têm em comum o desejo de empreender na música e, para tanto, contam com o apoio da startup que dispõe de profissionais de diversas áreas – da técnica à comunicação dos produtos culturais, passando por assessoria de marketing e de negócios – e que ao acolher o artista dá a ele suporte para a criação artística.

andré zambonini

sumac

O Sumac Records mandando ver em dia de session

Ao adentrar as portas do prédio no bairro Araés, os músicos encontram uma equipe engajada em projetá-los para além das fronteiras físicas, os apoiando na gravação e veiculação de seu trabalho. O projeto conta com incentivo da Lei Aldir Blanc da Prefeitura de Cuiabá.

O proponente Henrique Taveira conta que o projeto nasceu em outubro de 2020 e em menos de um mês após o seu lançamento alcançou uma audiência de quase 700 mil visualizações no YouTube. 

“Quando o artista adentra o estúdio, ele pisa descalço no tapete vermelho, sente-se em casa. Nesse clima intimista realizamos o registro em áudio e vídeo, durante a transmissão”, explica Henrique

andré zambonini

sumac

Bia Trindade soltando a voz durante sua session

Na primeira temporada não houve qualquer investimento público, ressalta. “É com garra mesmo e claro, à base de muito planejamento, organização, parcerias e trabalho intenso dos artistas e da equipe da SUMAC. Os únicos recursos financeiros disponíveis foram utilizados para campanha de tráfego online”, explica o jovem que também é administrador. 

Orquestrado pelo produtor musical Lucas Oliveira, todo o processo é feito por meio digital. E a ideia é criar um espaço que estimule a criatividade, o conhecimento, a coletividade colaborativa, participativa, organizada em rede, com gestão horizontalizada, no ambiente digital, atuante no segmento da música independente e autoral.

Lucas conta que a startup nasceu da vontade de movimentar o cenário artístico local. “Percebemos a dificuldade que os músicos da cena autoral e independente de Cuiabá e Mato Grosso tinham - e têm - de conectar as engrenagens da cadeia produtiva da música, de modo a alcançar o mercado consumidor e a possibilidade da sustentabilidade econômica”.

O passo seguinte foi criar, efetivamente, a ação que traria a ideia para o mundo real. “Nasceu então o primeiro e experimental produto da startup, a SUMAC Sessions, uma temporada de trabalho com foco na pesquisa, concepção, criação e execução cultural que resultou na gravação audiovisual de 12 artistas, 25 músicas, sendo 15 canções autorais e 10 releituras”, conta.

sumac

Lucas IOliveira, o produtor musical do projeto

Dentre os nomes que participaram do projeto estão Manu Beltrão, Gabriel Bong, Terra, João Reis, Gabriel Dall’onder, Gabriel Jacob, para ficar em poucos exemplos. Estes artistas ganharam o mundo por meio do canal do SUMAC Sessions no YouTube, com difusão no Instagram e no Facebook.

2ª edição

Firmado o sucesso do projeto, viu-se a oportunidade de dar continuidade ao projeto. A 2ª temporada da SUMAC Sessions incluiu a veiculação total de músicas autorais, transformando-os em episódios inéditos que são compartilhados nos canais da internet, com a estratégia de circulação digital operada na primeira edição, no entanto, ampliada pela experiência adquirida.

Os artistas gravaram entrevistas que passam a ser exibidas antecipadamente ao lançamento da cada sessão, permitindo assim, que o público conheça um pouco da sua trajetória.

A primeira gravação dessa sequência de oito entrevistas já sai nesta sexta (5), como podcast e vídeos para Youtube e redes sociais, além de terem suas músicas registradas e disponibilizadas – em breve - em plataformas de streaming como Spotify e Deezer, entre outras. Desta forma criou-se um festival online que também é um álbum de coletânea ao vivo de artistas. (*da assessoria)

kamila almeida

sumac

Henrique Tavares, administrado e proponente do Sumac


SERVIÇO

O QUE: Sumac Sessions Festival
QUANDO: Começa neste domingo (7), às 12 horas, horário de Cuiabá
ONDE: Transmissão pelo YouTube
LINK:  https://www.youtube.com/c/SUMACRecords
PARA SEGUIR O SUMAC NAS REDES: Instagram: @sumacrecords e Facebook/SumacRecords

 

 

 


Fonte: Tyrannus Melancholicus
Visite o website: https://www.tyrannusmelancholicus.com.br/