VERSO
Ernst Herbeck


Canarinho*

 

Os canarinhos nas gaiolas
esperam pelo alvorejar na
manhã absoluta.
E nisso, gaiteiro, ele canta
porque ele canta e se banha
e então recanta.

O canarinho vê e ouve
a mobília. Gigantemente
cândido, ele veste amarela
plumagem.

Ouça, candidamente ouça.

ernst herbeck

O austríaco Ernst Herbeck (1920 - 1991) foi internado, aos 20 anos, num hospital para doentes mentais. Após 15 anos de internação, ele começou a escrever poemas e deixou milhares deles. A maior parte da sua produção é classificada como ingênua, mas sua poesia também se notabilizou pela brevidade e pela peculiaridade na expressão do verso

 

Reproduzido do site https://escamandro.com/ , tradução de Cristiane G. Bachmann

 


Fonte: Tyrannus Melancholicus
Visite o website: https://www.tyrannusmelancholicus.com.br/