Segunda, 16 de maio de 2022, 15h30
LANÇAMENTO/LIVRO
Disponível para aquisição em link

tyrannus*

miragens miolo

 

A escritora e poeta Lucinda Persona lançou no dia 18 de maio seu novo livro "Miragens" (Entrelinhas). Com 112 páginas, o livro traz pequenas narrativas no gênero crônica. São textos em prosa com uma profunda dose poética. 

Lucinda é um dos principais nomes da literatura brasileira contemporânea produzida em Mato Grosso. É mais conhecida como poeta, porém, sua prosa nada fica devendo para a qualidade de seus versos.

"Miragens" traz na capa a obra "Deserto", do artista plástico Emerson Persona. O livro será comercializado ao valor de 50 reais em seu lançamento.

Sobre o livro

Certos eventos mundiais, em sua nefasta magnitude, constituem pontos de ruptura, funcionando também como aceleradores da alma e/ou como propulsores da palavra. De certo modo, é nesse sentido e observação geral que “Miragens” se estrutura.

O livro traz um conjunto de crônicas cujos enredos se alinham na transversalidade da pandemia, expondo distâncias, desertos, inquietações e o cruzamento de instantes díspares num cotidiano recluso. A linguagem vai refletindo a urgência de uma escrita na qual o desconforto e o estranhamento brotam no centro puro do silêncio.

Extensamente nutrida por imagens, tecendo ora aquilo que se vê, ora aquilo que não se vê, a autora viaja aos quatro cantos da habitação, redefinindo cada coisa, num pacto com a fantasia.

As miragens, menos do que os efeitos ópticos frequentes nos desertos, são muito mais olhares, modos de observar, fitar ou cravar a vista em algo evocativo, significativo, instigador.

Com isso, dentro das regalias da contemplação demorada, tudo é tomado pela fantasia, e os seres, objetos e fatos em mira abandonam seu estado de real para atuarem (se quisermos) ou lampejarem como visões.

OBSERVAÇÃO: Um dos textos literários que o tyrannus traz nesta edição - em destaque, foi extraído do livro. Aqui reproduzido com aprovação da editora e da autora. 

Sobre a autora

Lucinda Persona nasceu em Arapongas, PR. Em 1965 transferiu-se com a família para Cuiabá, Estado de Mato Grosso, onde vive. É poeta e ficcionista e bióloga. Na poesia é autora de: "Por imenso gosto" (1995, 2018), premiação UBE; "Ser cotidiano" (1998); "Sopa escaldante" (2001, premiação UBE); "Leito do acaso" (2004); "Tempo comum" (2009); "Entre uma noite e outra" (2014) e "O passo do instante" (2019).

Tem publicações na literatura infantil, em revistas literárias e integra antologias de conto e poesia. Pertence à Academia Mato-grossense de Letras.

Interessados em adquirir a obra podem acessar o link da Entrelinhas https://www.entrelinhaseditora.com.br/produtos/p.asp?id=310&produto=miragens. (*com assessoria)

 


Fonte: Tyrannus Melancholicus
Visite o website: https://www.tyrannusmelancholicus.com.br/