Santiago Vilela Marques


Cor


Coisa que me alegra
é vestir a pele negra da noite.
É quando pega cor em mim
toda vontade pálida e cega
e perco o destino morno
do corpo opaco e lúcido.


E o homem se cobre da carne
de todos os gatos pardos.


Santiago Villela Marques, poeta de Mato Grosso


Fonte: Tyrannus Melancholicus
Visite o website: https://www.tyrannusmelancholicus.com.br/